quarta-feira, 8 de julho de 2009

Eu não estou sozinha


A capa da Veja desta semana, "Sozinhos.com?", sobre as redes sociais on-line, me botou pra pensar. Não sobre a complexidade de temas como solidão, amizade e carreira, que aparecem na matéria, mas sobre mim. É, sobre mim. Porque em tempos de Twitter, Facebook e Orkut, descobri, com surpresa e, confesso, alegria que não estou sozinha... no narcisismo. Se tem uma coisa que todos esses sites de relacionamento têm em comum é o estímulo da paixão das pessoas por si mesmas. É a época do eu me amo. Um eu me amo sem vergonha, sem culpa.

Assim que você entra no Twitter, a pergunta que berra olhando na sua cara é: "O que você está fazendo?". No Facebook, mais do mesmo, com a questão "O que está na sua mente?" convidando o narciso na frente da tela a compartilhar com seus amigos virtuais o que anda pensando, escrevendo, conjecturando, confabulando.

Não importa se a pessoa está se preparando para ir a um show ou à padaria, se quer reclamar do trabalho ou fazer uma lipo, se descobriu um vídeo incrível no You Tube ou se quer mostrar pro mundo as últimas gracinhas de seu cachorro. A ideia é dividir com geral (como diriam meus leitores adolescentes) o que você vê de bom por aí, o que você quer, o que você pensa. E mais suas fotos, seus talentos, suas dúvidas, suas angústias, seus pensamentos (edificantes ou não. Isso definitivamente não importa nos twitters da vida. O que importa é botar a cara lá e falar. Ou melhor, escrever. Ups! Eu quis dizer teclar).
Outro dia um amigo escreveu que o Facebook parece uma festa. Gente falando o tempo inteiro, interagindo, comentando, bisbilhotando a vida alheia sem vergonha... tudo no maior silêncio. E é justamente no silêncio da palavra escrita que diminui o peso de admitir, de gritar: sou narcisista sim, e daí?

Por muito tempo pensei que era só eu, mas pelo visto todo mundo quando passa por um espelho dá aquela olhadinha pra ver se tá tudo nos trinques. E olha uma, duas, três incansáveis vezes a imagem que está careca de conhecer. Esse tempo narcísico já estava se apresentando, de mansinho, nos blogs e fotologs espalhados pelo universo virtual, mas os sites de relacionamento são diferentes. Você sabe que está todo mundo ali o tempo inteiro (tá na Veja: "para cada quatro minutos na rede, os brasileiros dedicam um a atualizar seu perfil e bisbilhotar o dos amigos") . Não é como um blog, que existe na esperança de receber visitas e, luxo dos luxos, comentários.

Apesar de a matéria falar sobre superexposição, o narcisismo ficou de fora. Antigamente, no tempo da máquina de escrever (que usei muito), eu achava que as pessoas tinham uma espécie de vergonha de assumir que se amavam. Como se houvesse alguma razão para se envergonhar disso. A gente tem que se amar muito mesmo, não só para poder amar o outro. Temos que nos amar porque somos verdadeiras obras de arte. O corpo humano é um primor, o cérebro e seus labirintos misteriosos idem. Tudo bem, na época das máquinas de escrever não havia um espaço como a internet para mostrar para o mundo o amor incondicional que sentíamos por nós mesmos. Era um tempo esquisito, em que amigo era só quem a gente podia ver e tocar, em que o olho no olho era fundamental e que encontros aconteciam em bares, restaurantes, festas, praia. E nesses encontros falávamos de tudo. De nós, claro, dos nossos problemas, dos nossos trabalhos, mas de um monte de outras coisas. Agora não, é tudo na internet. Enquanto o círculo de amigos próximos diminui, o de contatos virtuais aumenta, diz a matéria.

E essa é a parte triste: é tanto amor por nós mesmos, que o amor pelo outro está sendo deixado de lado. Será que a amizade ficou em segundo plano? Esse plano meio doido, a vida real? Gosto da internet, ela sempre foi minha aliada. Com meu site divulguei eventos e livros, me fiz ser conhecida por muita gente e abri portas que pareciam emperradas. Mas, sinceramente, eu gosto de gente. De pegar, de olhar, de rir junto. Não quero saber só por uma tela fria o que meus amigos estão lendo, pensando ou fazendo.

Vamos nos amar sempre. Muito! Eu me amo. Mas amo mais um bom abraço apertado, bem dado. Não aquele tapinha mole nas costas. Abraço de verdade. O meu é ótimo, modéstia lá longe. Ah! Se posso dizer sem culpa que me amo, que mal tem em admitir que meu abraço é um espetáculo?

50 comentários on "Eu não estou sozinha"

Larissa Diniz on 8 de julho de 2009 16:35 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa Diniz on 8 de julho de 2009 16:37 disse...

Verdade Thata.. já dizia Renato Russo: 'é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã'. Eu gosto da internet; especialmente em casos como agora:encurta a distância entre pessoas que amamos. Mas mesmo assim.. aquele abraço forte,o cheiro de cada um, o olho no olho.. é INSUBSTITUÍVEL!
E sim! Tem que se amar mesmooo!

P.S.: seu abraçoo é realmente ótimo! rsrsr's

Beijoo Thalita! ♥

Thalita Rebouças on 8 de julho de 2009 17:06 disse...

Larissa, muito bem lembrado! adoooro Renato Russo! Amava Legião. Era uma das minhas bands preferidas quando eu tinha a sua idade.
Meu abraço e bonzão, né? hahaha!
beijo enorrrrrrme

Mandy Carniel on 8 de julho de 2009 17:08 disse...

éééé bem.. heheh nada como um abraço!
sentir e VER que a pessoa está do seu lado!! A internet ajuda na comunicação! Mas nao traz a verdadeira Interação! mesmo existindo webcam pra vc ver, falar e ouvir a outra pessoa .. o tal do abraço ainda é melhor!
Claro.. que em casos de pessoas que moram em outra cidade, estado, pais.. a internet vem a funcionar como oo abraço ..
enfim..o negocio é dar o lugar certo pra cada um.. pq os 2 são importantes neh!! hehehe

Isabela on 8 de julho de 2009 17:29 disse...

Eu gosto da internet, ela serve para muitas coisas, assim como disse a Larissa, ela diminiu a distância entre as pessoas que amamos. E isso nos faz refletir que realmente, um abraço, um olho no olho, é algo incomparável e sem igual! Não há coisa melhor do que ter a pessoa que nós amamos por perto, para a abraçar e dizer frente a frente o quanto a amamos.

E seu abraço realmente é ótimo *-*
Conto os dias para chegar em setembro e poder te dar aquele abraço apertado, Thalita ♥
te amo muitãão, beijos.

Helen M.R. on 8 de julho de 2009 18:30 disse...

uma vez ouvi que o ser humano é teatral o tempo inteiro. Porque ele ensaia mentalmente antes de qualquer atitude e quando efetuamos nos vemos fazendo esta coisa [seja lá oq for] . A vida é nosso grande palco e cada um é protagonista de sua historia. Acho que apartir dessa ideia é que surge tudo. as respostas do twitter ou facebook só expoem e protagonista diferente pra cada pessoa. [fico confuso? aah ignore eu sou louca!]
Quanto as amizades virtuais.. bem eu ja fui meio cética a esse respeito, mas hoje acredito em algumas delas de todo o coração. Acho que posso citar as thalitetese Bia, Lore, Nai e Mari como grandes exemplos.
aliaas... tem exemplo maior que as Thalitees?? hsausahsau
Amo vocês meninas.

Severino Rodrigues on 8 de julho de 2009 19:09 disse...

"Temos que nos amar porque somos verdadeiras obras de arte. O corpo humano é um primor, o cérebro e seus labirintos misteriosos idem." (Thalita Rbouças)

E há quem diga que quem escreve Literatura Juvenil é infantil.Depois de uma dessa.

Concordo com você Thalita, estamos esquecendo de nossos amigos do lado para lembrar dos da Net. Creio que devemos procurar o caminho do meio que o velho Aristóteles falava. Conciliar as duas partes.

Sou aspirante a escritor, com a Internet posso trocar e-mails com autores veteranos, pedir sugestões, ler dicas como as que estão no seu site, e até conversar. Como estou fazendo com você agora.

Posso falar, com coragem, que fiz grandes amigos pelo Orkut. E tudo isso é bom.

Férias de Julho, pra mim que vivo na correria da Universidade, é o mês de visitar os meus bons e velhos amigos. Embora, eles não se movam um palha para me ver, eu me esforço para ir vê-los. Perguntar as novidades, encher a paciência, rir e lembrar os velhos tempos juntos.

Tudo isso é amizade.

Abraçar os amigos quando os encontramos é se sentir vivo! Calores sendo trocados. É viver!

Não é a toa que quando conseguimos um grande amigo pela Net, queremos encontrá-lo pessoalmente para poder ao nos abraçarmos confirmar a amizade que surgiu entre scraps e mensagens instântaneas.

Amizade, perto, longe... viver!

Mikaele Tavares on 8 de julho de 2009 19:59 disse...

Thalita,
Que texto MARAVILHOSO!!!!
Tbm já fiz vários amigos virtuais, alguns até me decepcionei, mas outros se tornaram amigos do peito.
Amei passar aqui no seu blog e ler esse texto.
Quero que saiba que você é um grande exemplo para mim.
Continue escrevendo sempre.
Beijinhos na bochecha e nos livros...rsrs

Rê Magalhães on 8 de julho de 2009 23:35 disse...

Que lindo isso! Concordo plenamente com o fato de que a internet influencia no modo de sermos amigos; Porque é algo tão prático e rápido que você põe o papo em dia em instantes, mas o que vale mesmo é o abraço, o olhar e a sincerade que ambos transmitem.
É tão bom sentir aquele abraço e identificar até onde vai sua sinceridade, é tão bom não somente olhar nos olhos, mas ver o que se passa dentro deles, se há angústia, desprezo, solidão ou até mesmo amor. E com isso poder ajudar, poder mais que falar, estar presente demonstrando amor e apoiando no que for preciso.
A internet se mostra como uma arma de camuflagem também, podemos simplismente nos dizer fortes e sermos populares, quando na vida real somos tão fracos e anônimos. É essa a ideia que leva muitas pessoas a mentirem e 'se' enganarem. Por isso é preciso se amar sim, e amar a realidade, o contato, porque com certeza o abraço é mesmo um espetáculo e faz muito bem pra alma.

Ps: E seu abraço e carisma são sim espetáculares e contagiantes! rs

Ana Elisa on 8 de julho de 2009 23:38 disse...

Eu odeeeio telefone e gosto de internet porque posso sair a hora que quero, demorar pra responder...enfim, não é um compromisso. Mas não abro mão de amizades verdadeiras. Conversar, rir com os amigos quando se reúnem é bem mais gostoso do que um "hahaha" pela internet, porque às vezes você não quer rir de verdade, mas ninguém tá vendo, não é?
Mas acho que mesmo com toda essa "distância" que a internet trouxe, nós não sabemos ainda como viver sem um abraço, sem carinho, sem consolo...
hahahaha


;*

-Luana Maluf on 9 de julho de 2009 01:24 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
-Luana Maluf on 9 de julho de 2009 01:25 disse...

tudo verdade, internet é muito bom né? agente conhece as pessoas, muitas vezes ouvimos coisas que as pessoas naão teriam coragem de dizer pessoalmente, mas uma hora, internet cansa, muito, ou as vezes você pensa que a pessoa é uma coisa, e acaba se enganando, mas o bom, e você olhar pra pessoa, rir, brincar, tocar, poder olhar no olho da pessoa e saber o que ela sente, e nao imaginar como ela ta reagindo, as vezes ela nem ta rindo das coisas que você estaá dizendo, mas mesmo assim poe 'hahahahaha' ... Deixar os amigos de lado, jamais (L). Bom mesmo é AQUELE abraço. ADOROOO! Apenas um sorriso, melhora o dia de uma pessoa que nao está legal, mas aquele abraço, com aquela troca de energia boa nada se compara. =D. beeeijo

Flora on 9 de julho de 2009 01:41 disse...

Verdade! Sou abraço é extra/max/plus/advanced de bom ta?! sauihdisuahdiusahdiusadiuhsaduihsad
Internet é legal, mas o bom mesmo é ter amigos ao vivo! Melhor ainda se você ficar um amigo pela internet e ele virar amigo de olho-no-olho! =]
Beijos Thali! ;*

Denise Scherer on 9 de julho de 2009 08:17 disse...

Perdoe-me a intromissão, mas é inevitável não comentar. E realmente tuas palavras ressaltam o lado triste do apego a internet.
Também acho que amigos virtuais (nem sei se podem ser categorizados assim) são muitos, nem todos consistentes.
Amigo, amigo mesmo, pra mim, é aquele que eu abraço, beijo, to com saudades e combino o mais rápido possível de ir vê-lo.
Abraço !

Manu on 9 de julho de 2009 12:39 disse...

aaaaah amei esse post,concordo em gênero,número e grau com voce Thalita.
Só não sei ainda como é o seu abraço,mais tenho certeza que um dia vou poder voltar aqui e dizer que ele é perfeito ! hehe
te adoro,sucesso sempre .

Leo Antan on 9 de julho de 2009 12:59 disse...

Absolutamente verdade,
Qm ñ se ama, poucas pessoas pq eu me amo.Eu me adoro e adoro tbm esta lado á lado com pessoas e conversa com elas usando minha minha voz não um teclado e quando eu rir quero rir de verdade ñ digita rsrsrsr(é oq eu prefiro) A internet é maravilhosa e sim Tem mts ponos negativos e positivos como td na vida, mas eu prefiro a vida real.

bjs thalita

Helena Mayrink on 9 de julho de 2009 18:14 disse...

Thali, é fato que a Internet é indispensável nessa nossa sociedade atual, principalmente como meio de busca, interação e coisas afins. Mas eu sou totalmente contra deixar a 'vida real' de lado e apenas se dedicar a 'vida virtual'.
E você tem toda a razão: o amor pelo outro é fundamental, assim como o amor a si próprio. Porque nada melhor do que rir junto, amar junto, ser amigo junto! E sem a minha vida real eu nunca amaria essa minha escritora linda tanto assim!
E sim, abraços são essenciais! E sim, abraço da Thalita é bom, é muuuuuito bom!
Beijos, Lena.

keel's on 9 de julho de 2009 18:57 disse...

Thalita , ao seus livros , que emoção *-* EYEGEYGE voou no seu lançamento do livro " FALA SÉRIO PAI " . a escritora preferida minha ♥
PARABÉNS AÊ PELO TRABALHO .
beijão ♥

Thalita Rebouças on 9 de julho de 2009 19:49 disse...

Que bom que esse post botou a galera pra pensar, pra refletir... é isso que eu quero com meus livros. Fazer com que vocês tirem suas próprias conclusões depois de lerem o que eu escrevo.
Leo disse, internet é como tudo na vida, tem seus pontos altos e seus pontos baixos. Aliás, Leo, parabéns atrasado!
Leninhaaa! Saudade!
Todo mundo que elogiou meu abraço: vocês não existem. Assim vou ficar (mais) metida e (mais) insuportável!
beijosssssss

Camila Tayna on 9 de julho de 2009 20:19 disse...

Dizem que a pessoa que recebe 12 abraços por dia vive mais!
Abraço é a forma mais completa de carinho. Porque não é exclusivo de namorados, de amigos, de familiares... Abraço é simplesmente A-b-r-a-ç-o.
Já fiz até um mini-curso de tecnicas de abraços!rsrs
Mas o melhor é o espontâneo...
Então, um mega abraço de urso pra você Thalita.

Ana Elisa on 9 de julho de 2009 21:25 disse...

Thalitaaa, me rendi e estou te seguindo no twitter!

=*

Paulinha C. on 9 de julho de 2009 22:47 disse...

mas seus abraços são realmente os melhores *---*
contando os dias pra erceber outro: 9 DIAS! que emoção #.#
saudades ♥

Mari Martins on 9 de julho de 2009 23:49 disse...

Eu também era bem cética com essa coisa de amizade virtual. Mas aí, e aparecem algumas pessoas na nossa vida que, com cinco minutos de conversa, mudam totalmente seu conceito e tudo o que você achava.

E, daí eu sou obrigada a concordar que com o Vinícius dizendo que "amigo não se faz, se reconhece". Mesmo eu estando aqui no Rio e eles no Rio Grande do Sul, Ceará, São Paulo ou whatever. E digo com toda certeza, são tão meus amigos quanto os 'físicos'. Claros que não tem todas as vantagens, mas ainda assim...
Eu já conheci tanta gente bacana pela internet.. putz! Acho que o maior exemplo é o pessoal do FC (Lá, Brunito, Perlinha). Pelo menos esses são cariocas, haha,

Por outro lado, sou uma completa adoradora de abraços (sim, o seu é o melhor e eu pretendo 'ganhar' mais um o quanto antes), eu vivo apertando as pessoas o quanto posso, haha. Pode parecer clichê, mas um abraço muda meu dia. Quer coisa melhor que, sabendo que vai ficar na escola em horário integral, receber um abraaaaaaço (logo de manhã *-*) de algumas das pessoas que você mais ama? Só assim pra agüentar o resto do dia. Com muitas risadas e abraços.

Eu posso dizer que tenho muita sorte quanto à amizades virtuais. Já encontrei uma das minhas melhores (que veio pro Carnaval do Rio e, em 2010 vem de novo), e encontrarei, (se DEEEEEUS quiser) mais um, mas sóooo no próximo ano.

Acho que me empolguei! :P Mas, creio que consegui passar tudo o que eu pensava (mesmo que confusamente)(é o sono, olha a hora!).

No mais, a minha Orientadora tá pra te mandar um email-convite, então, espero te ver em breve.

Um beijo enorrrrrrrrme e um abraço maior ainda, do tamanho da minha saudade. <3

Naii Lisboa on 10 de julho de 2009 08:29 disse...

Thata, vc esta certissima!!!! Nada melhor q dar um abraço em uma pessoa q amamos!!!!

Eu tenho amizades virtuais q são insubstituíveis!!! Seria ótimo ter todas aqui, pertinho sempre!! Mas, como isso não é possivel, uso a internet pra encurtar essa distancia!! E foi graças a vc q conquistei amizades tao importantes na minha vida!! Tenhoo q te agradecer muuuito por isso!!!!

O seu abraço é realmente MARA!! E, dia 19 eu vou ganhar outro!!!!! *.*

Amo vc!!!!!
Beijos!!!

Thalita Rebouças on 10 de julho de 2009 11:47 disse...

Twitter! Ana Elisa, você tá me seguindo, que fofa!
Gente, entra lá! É uma espécie de bloguinho. Entro lá, escrevo uma coisinha e bisbilhoto o que os outros andam dizendo. Tô gostando.
beijossssss

Lorena Baronesi on 10 de julho de 2009 12:22 disse...

Eu gosto da internet,principalmente quando quero me comunicar com pessoas que gosto muito( as Thaliteens sao um grande exemplo!)
Mas NADA subtitui o olho no olho,um bjo,um abraço demorado(o seu abraço e taao boom *-*)
Eu me amo♥
Thalita, to adoooorando esse twitter, vivo fuxicando o seu hehehehe(pronto falei!)
Caraan, que saudades suas Thalita =(
Beeeeijos amr.

PS1: eu nao sei onde fica os acentos no computador do meu pai,nao repara ok?
PS2: Fiz uma comunidade pro Fala sério,Pai!

artesa grazi on 10 de julho de 2009 13:51 disse...

oi thalita estou escrevendo meu primeiro livro quero ser como vc so que eu nao entendo muito sobre isso preciso de sua ajuda nao sei quandos capitulos um livro deve ter como faco para nao ter erros de portugues como faco para mandar para uma editora se tenho que pagar me ajude por favor urgente ficarei muito grata a vc

Margareth on 10 de julho de 2009 16:38 disse...

Seu abraço é fantástico, mesmo. Quando me encontro com você, me sinto como se fosse sua amiga de infância. Vc tem esse dom de aproximar as pessoas e de fazê-las sentirem-se parte da sua vida. E é muito boa essa sensação. Tb valorizo demais a amizade. Tenho várias amigas especiais, que sempre me ajudaram muito e me incentivam diariamente, principalmente no meu trabalho na nossa Sala de Leitura. Tenho amizades longas (de 30, de 20 anos).Tb gosto de gente. Assim que der, vou encontrá-la para receber aquele meu abraço de "amiga de infância" que vc sempre dá. Bjs
Meg

Leo Antan on 10 de julho de 2009 20:10 disse...

Brigadão. Vc pode fica insuportavel, mas só um pouco. pq vc merece seu abraço é realmente mara. Como as meninas dizem vc é mesmo uma Diva.

Bjs

Leo Antan on 10 de julho de 2009 20:12 disse...

Brigadão. Vc pode fica insuportavel, mas só um pouco. pq vc merece seu abraço é realmente mara. Como as meninas dizem vc é mesmo uma Diva.

Bjs

Paulinha C. on 10 de julho de 2009 23:57 disse...

ahhh *--*
8 dias (:
1bj:*

abriendo puertas y ventanas on 11 de julho de 2009 11:45 disse...

Muito bom esse texto!

Paulinha C. on 11 de julho de 2009 19:11 disse...

aaah!
7 dias *--*
milbeijos:*

Lorena Baronesi on 11 de julho de 2009 20:28 disse...

MEU AMOR, eu AMEI a orelha do Fala sério,pai!
ri muuuito!
"-- Fala sério, Malu!
-- Não, pai! Esse livro não existe."
CARA VOCÊ É FOFA DEMAIS, eu te amo!
Beeijos da Cajuzinha

Paula on 12 de julho de 2009 20:57 disse...

*---*
6 dias *--*
bgs::*

Mari S. on 12 de julho de 2009 23:51 disse...

Sim, não estamos sozinhas. Ainda mais quando temos algum livro seus em mãos!
Tha (desculpe a intimidade, rs), você é muuuuuuito mara! cara, sua diva *-* você se resume em uma palavra, perfeição! AAAAMO tudo que você escreve, parabéns '-'
E, aproveitando... Obrigado por tudo que você faz por nós ♥
Ah, quem dera "provar" do teu abraço : tenho certeza de que ele é realmente, realmente bom!
Enfim, tem como você dar uma passadinha lá no meu blog? Não tem coisas geniais igual ao seu e etc mas, não custa nada dar uma olhadinha nos meus contos e tal. Obrigado desde já :D
beeeeeeijos diva :*

krika on 13 de julho de 2009 11:34 disse...

Thalita, como vai?
A internet é indispensável para nós,viventes cibernéticos.Tudo que você colocou é verídico. Também sou a favor de meio termo. Amizades reais: conservá-las, conquistá-las e até reconquistar algumas perdidas. Amizades virtuais: são legais,desde que haja interação positiva e trazê-las para o mundo real. Tenho boas amizades que se tornaram reais, batendo papo em chats...( até me casei com um amigo,antes virtual..rs). Enfim,tudo deve ser conquistado, abraçando sempre ,claro! Quam sabe um dia terei o prazer de "provar" seu abraço.
relembrando: sou a krika , de MG, que tem um projeto de leitura...A Rocco e você me presenteram com livros... Este ano, devido ao sucesso do "Estímulo À leitura", estou também no projeto Tempo Integral, fui convidada para dar aulas de linguagem.Estou adorando a experiência. Porém aposentarei no início do ano...Se me aceitarem como voluntária, ficarei feliz...Tenho carinho por tudo aquilo e naõ posso deixar morrer meu projeto ,né?
Estou divulgando estes trabalhos nos blogs: nossosprojetoseideias.blogspot.com;
linguagemeafins.blogspot.com e letrasdatorre.blogspot.com
Gostaria que vc fizesse uma visitimha,ok? O linguagem é meu e os outros 2 sou convidada a postar ,pelos anfitriões.
beijos
Sucesso no Fala Sério Pai!

Paulinha C. on 13 de julho de 2009 14:33 disse...

aaah!
5 dias *--*
milbeijos:*

keel's on 13 de julho de 2009 16:29 disse...

thalita , lembra daquele video que eu e uma meninas fizemos falando THALITA EU TE AMOOO ? como eeu posso ve-lo ?

beijao

desvinculos on 13 de julho de 2009 16:42 disse...

o problema é que hoje é tudo virtual, abraços, sexo, contatos, nada mais é pessoal... concordo com você a internet deve ser nossa aliada, nunca nos afastar!!!

Thalita Rebouças on 13 de julho de 2009 20:50 disse...

Krika, claaaro que me lembro de você.
Mari, que comentário mais fofo!
Paulinha, tô amando a contagem regressiva.
Todo mundo que comentou este post: VALEU!
Meg, amei você dizer que meu abraço parece de uma amiga de infância. Amei isso!
Beijosssssss

Lirielly on 19 de julho de 2009 09:49 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lirielly on 19 de julho de 2009 09:51 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lirielly (: on 19 de julho de 2009 10:06 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lirielly (: on 19 de julho de 2009 10:07 disse...

Thalita,vc é d+!
Te vi pela 1° vez no programa mais vc...
Te achei super auto astral, me faz sentir amor aos livros, coisa que nunca havia sentido ante...
Obrigada por isso!!
E muito sucesso em sua carreira.

kiss...♥

Aracely on 20 de julho de 2009 13:11 disse...

Thalita, a Lirielly tem razão, seus livros são 10 e eu adoro seu geito de ser!

Amo vc
Beijos!!!
♥ ♥ ♥

alessandra on 1 de agosto de 2009 21:09 disse...

ooiiiii eu tenho o livro fala sério mae e eu amei e agora quero ter a coleçao inteira

alessandra on 1 de agosto de 2009 21:12 disse...

oiii vc parece ser uma boa pessoa mas posso te fazer uma pergunta?

tahis on 6 de agosto de 2009 22:18 disse...

oi Thalita ..
só queria dizer que uma grande fã sua.. Adoro tudo que vc escreve .
sabado agora dia 8 é meu aniversario .. vou fazer 18 anos ..


bjus que voce continue sendo essa ''fofa''

mylena on 21 de setembro de 2009 19:26 disse...

Thalia meu nome e Mylena moro no Rio de Janeiro em São João de meriti Eu ja li 5 livros seus Fala serio mãe, fala serio amiga, tudo por um namorado, tudo por um pop star e tudo por um feriado.
Amei esses livros e pego eles pra ler na biblioteca da minha escola mais estou ajuntando dinheiro pra compra, minha mãe vai me ajudar a comprar, ler e muito bom.
queria muito que vc me responde-se eu ia ficar super feliz, se vc tiver orkut me manda por favor....
Quando vc me der seu orkut (se você tiver). Eo vou te dar o numero da minha casa porque adora seus livros.♥♥
Não pude ir na *Bienal* fiquei muito triste..
Mais pela internet quero ser sua amigah e espero que eu um dia te conheça pessoalmente.. ♥♥♥♥♥♥
Mee responde...
Tchau... ♥♥♥♥