segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Fala Sério, Vídeo Show!

77 comentários
O que vocês acham? Rolou um clima?

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Vídeo Show e Saraiva Conteúdo

63 comentários




Para quem não viu, aí vai a estreia do Fala sério, Vídeo Show!. De quebra, a entrevista exclusiva que eu dei para o site da Saraiva Conteúdo.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Estreia daqui a pouco

36 comentários
Vim aqui para lembrar que o meu quadro estreia hoje no VideoShow. Eu e o teclado do hotel onde estou de ferias (sim! Ferias!) nao nos acertamos com os acentos, o que me irrita profundamente. Mas nao podia deixar de postar no blog e pedir pra todo mundo ver e comentar!
Espero que gostem!
Bitocas estaladas, diretamente da Costa Rica! :-)

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Chat comigo amanhã, dia 9/12, às 16h!

37 comentários
Quer conversar comigo, fazer perguntas, saber curiosidades das histórias que conto nos livros, desejar um ótimo Natal (hou, hou, hou), um 2010 espetacular e coisas do tipo?

A festa virtual vai rolar no blog d'O Livreiro: http://olivreiro.com.br/blog

Está todo mundo convidado!

Falando em O Livreiro, eles estão sorteando mais 10 livros meus. Para participar da promoção "Para que pessoa ou situação você diria 'fala sério' em 2009?', é só clicar aqui: http://olivreiro.com.br/comunidade/97-eu-leio-thalita-reboucas?acao=atualizarlinktopico&pagina=3&idComunidade=97&idTopico=3702

Boa sorte para quem participar e bitocas para todos!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Eu na Luluzinha Teen

55 comentários
O meu desenho na Luluzinha Teen que chega às bancas no dia 6/12 ficou a minha cara, não ficou? Eu adorei! A história é muito bacana e o melhor: Lulu e Glorinha são minhas leitoras! Eu não fazia ideia! Eu acompanhei as duas por muito tempo, quando eu era criança -- e elas também. Agora elas cresceram, continuam incríveis e ainda viraram minhas amigas. Chiquééééésimo!!

Abaixo, o material promocional da revista:


segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Os fãs e o Twitter

68 comentários
Quando lancei meu primeiro livro, 10 anos atrás, acreditava que para ter fãs era preciso ser cantor, ator de novela, banda de rock, jogador de futebol ou apresentador de tevê. Nunca, como escritora, cogitei a ideia de ter fãs. Achei que teria leitores e isso já estaria bom demais! Mas eu tenho muitos leitores que se dizem fãs. Fãs mesmo. Sabem tudo da minha vida, participam do meu fã-clube (é! Eu tenho fã-clube!), criam sites em minha homenagem, encaram horas de fila para tirar uma foto comigo e pegar um autógrafo, fazem cartas de metros de comprimento, me dão poesias, presentes, ursos de pelúcia, choram ao me ver, vão a todos os meus eventos... Sim, eu tenho fãs. E sinto o maior orgulho disso. Afinal, não tenho fãs por ser uma cantora ou por estar na televisão. Tenho fãs porque escrevo e porque meus livros fazem companhia a tanta gente numa fase bem complicadinha da vida: a adolescência.

Aos poucos, ao longo desses anos, aprendi que fã, assim como homens e crianças, não vem com manual. A maioria dos meus fãs é carinhosa ao extremo, me enche de mimos, palavras e abraços que emocionam e me fazem ver que estou no caminho certo. Com o Twitter, a relação fã/ídolo ficou mais estreita e estar perto assim de gente que gosta tanto do meu trabalho é maravilhoso. Na maior parte do tempo.

Mas também pode ser uma experiência um tanto esquisita. Vez ou outra aparece um tipo de fã com o qual é difícil lidar. O fã que cobra atenção, o fã insistente, o fã invasivo.

Como já aconteceram algumas coisinhas chatas no Twitter desde que eu entrei lá, resolvi fazer este post.

1 - Twitter não é Orkut
.

Como a maioria dos meus seguidores é adolescente e a maioria dos adolescentes ainda é vidrada no Orkut, a frase que mais leio é: "Thalita, me segue?". Isso vem do Orkut, claro, onde as pessoas precisam aceitar os pedidos de amizade. O Twitter é muito mais prático: me segue quem quer e eu não preciso aceitar ninguém, nem seguir meus seguidores. Seguir não é sinônimo de aceitar.
Eu só sigo meus amigos, além de jornalistas, sites, jornais e revistas cujo conteúdo me interessa. O Twitter é uma ótima forma de se manter informado e eu o uso muito com esse fim. Se eu seguisse as quase 11 mil pessoas que me seguem, a minha página inicial ficaria impossível de ler.
Mas podem ficar certos de que eu leio tudo (TUDO) o que escrevem para mim ou sobre mim no Twitter. Quando entro na minha página, clico em @ThalitaReboucas e vejo todas as pessoas que me citaram em suas twittadas, sem que eu precise seguir todo esse povo. Essa função existe exatamente para isso.

2- Não se cobra resposta no Twitter

Olhem só o que disse Biz Stone, o criador do Twitter, em entrevista para a Veja: "... ao contrário do e-mail e das mensagens instantâneas, no Twitter não há necessidade de resposta. Você responde se quiser, e quem publica não tem a expectativa de resposta. Se você ficar longe do Twitter por alguns dias, ninguém vai se zangar com você por isso".
Resumo da ópera: ninguém gosta de cobrança. Nem no mundo virtual, nem no mundo real.

3 - Insistir não é legal


Muitas pessoas fazem perguntas e eu, na medida do possível, respondo. O problema é que existem pessoas insistentes que, por não entenderem direito o Twitter, mandam cerca de 30 vezes (ou mais, muito mais) a mesma mensagem. Então a minha página fica assim:
@ThalitaReboucas me dá um oi?
@ThalitaReboucas me dá um oi?
@ThalitaReboucas me dá um oi?
@ThalitaReboucas me dá um oi?
.....
Algumas vezes, essas mensagens ultrapassam três páginas (!!!) e isso é muito chato! Isso me tira o prazer de twittar. Eu já pedi muito para não escreverem 500 vezes a mesma coisa, mas alguns fãs insistem e mandam a mesma mensagem até eu dizer oi, mandar um beijo ou responder uma pergunta. Gente, se eu não respondo é porque estou sem tempo, ou às vezes porque a pergunta não precisa de resposta. Por exemplo, "Oi, Thalita" ou "Sonhei com você" são twittadas que eu acho que não preciso responder, né?
Persistir para alcançar um objetivo na vida é muito bacana. Insistir e tentar vencer apenas pelo cansaço é feio. E chato. Insistência é algo que não leva a nada. Só à irritação da vítima em questão, que acaba sucumbindo e respondendo curta e grossa pra se ver livre do bando de mensagens do insistente. Na minha opinião, a relação com os fãs pode (e deve) ser muito mais saudável.
Depois de receber 300 mensagens iguais de uma mesma pessoa, resolvo pedir, por DM (Direct Message), pro twitteiro em questão não fazer isso e explico os motivos. Aí eu viro a Thalita vaca. Quer dizer, se não respondo sou vaca, se respondo por DM, para não expor a pessoa!, pedindo para parar com a insistência, sou vaca também. É um beco sem saída.
Na verdade, acho que essas mensagens repetidas não acontecem por maldade. As pessoas não querem me irritar (espero!). Às vezes é só falta de intimidade com o Twitter.

4 - Comentários em blogs ou fotos


Recebo muitos links de fotos e blogs pelo Twitter pedindo comentários. Se eu comentar em um deles, o certo seria comentar em todos para não favorecer ninguém. E como eu preciso escrever livros em alguma hora, é simplesmente impossível comentar e responder tudo como eu gostaria, tá?

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Acre, Rondônia e Brasília... aí vou eu!!!

33 comentários
Eita, empolgação! Primeira vez que vou para a região Norte. Brasília eu conheço (e adoro. O céu mais azul que já vi), mas Rio Branco e Porto Velho são cidades que nunca visitei e estou com uma curiosidade de conhecer meus leitores de lá que vocês não imaginam.

No Sul foi mágico. Passo Fundo e Porto Alegre me receberam de braços abertos e os gauchinhos me emocionaram de verdade. Ganhei tantos abraços apertados e sinceros (vejam no vídeo abaixo e comprovem)... E ainda cartinhas, fotos, desenhos... A Catharina me deu o Astolfo, uma girafinha (na verdade, um "girafinho", né?) de pelúcia que é uma paixão, a Rafa viajou de uma cidade perto do Chuí só para me ver em POA, a Ju, que aparece no vídeo e é superfã, como a Mari, amiga dela, a Janaína, que se correspondeu comigo por email algumas vezes e é uma princesa que adora meus livros, e mais tanta, tanta gente bacana...

É isso. Cada viagem é uma aventura linda, é a grande oportunidade que tenho de olhar nos olhos de leitores de lugares tão distantes do eixo Rio-SP. Ano que vem espero ir para Minas, Salvador e outros lugares desse Brasil imenso.

Farei um vídeo com as imagens de todas essas viagens, mas por enquanto deixo vocês com a emoção de Porto Alegre.

">

sábado, 14 de novembro de 2009

Obrigada por tudo!

38 comentários
Foi, certamente, o melhor presente de aniversário que já recebi na vida. Estava em Porto Alegre quando apareceu na minha caixa postal o email da Lu Maluf (leitora fofaaa de SP) com os lindos vídeos, que divido abaixo com a galera que me acompanha por aqui.

Fiquei abismada, impressionada, apatetada. Emocionada. Muito emocionada. O amor que eu recebo dos meus fãs (sim, eu tenho fãs! Quando, na minha vida, que eu pensei que, por escrever livros, teria fãs, e não apenas leitores?) é enorme, dá pra sentir, dá pra pegar... E isso acelera meu coração, faz com que eu tenha cada vez mais orgulho de escrever para o público jovem. Vocês são minha inspiração, minha alegria, têm uma sinceridade que me arrebata, uma ironia e uma bobeira infantil que me cativam, um sorriso escancarado que me derrete...

Já, já vocês vão crescer e espero que se lembrem de que um dia gostaram um tantão assim de uma simples escritora. E tomara que vocês não se arrependam disso (como eu me arrependo e me acho ridícula por ter gritado e me acabado pelo Menudo, o... hum... grupo mais bizarro que já foi lançado neste planeta. Hahaha!). Espero que os risos que meus livros fizeram brotar nos rostos de vocês nunca desapareçam. E que vocês continuem sempre, de um jeito ou de outro, perto de mim. Torcendo por mim, mandando energia boa e me dando abraços inesquecíveis, dizendo coisas que me deixam de perna bamba.

Amo vocês!

Muito, muito obrigada!!!

Ah! Perfeita a trilha sonora! E o texto do Gustavo Reiz e da Manuelah Duarte (meu casal amado). Mas a parte que me fez desabar foi mesmo ver fãs de vários lugares do Brasil com cartazes. Como dizem vocês: MORRI!!! :-)

Antes dos vídeos, um MUITO OBRIGADAAAA a todo mundo que mandou email e comentou aqui no meu aniversário. Li TUDO, mas estava numa maratona no Sul e na terça já viajo para o Norte para mais uma semana de trabalho. Por isso, não vou conseguir responder, tá?

A cada dia que passa sou mais feliz. E a culpa é de vocês. Valeu demais!

O Sul! A viagem foi simplesmente inesquecível, incrível. Mas isso eu conto num outro post!



quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Viajandona

72 comentários
Uma das coisas que mais gosto de fazer na vida é viajar. Tem gente que só gosta de viajar pra fazer turismo mas eu sou a primeira a responder EEEUUU! para a pergunta: "quem gosta de viajar a trabalho?".

Primeiro porque meu trabalho é a maior diversão. É a possibilidade de sair do Rio e conhecer os rostos e olhar nos olhos de leitores de várias partes do país (e agora de Portugal, ora, pois). Segundo, porque viajar é bom mesmo e ponto final.

As próximas semanas serão cheias de prazer. Primeira parada: Feira do Livro de Passo Fundo, no dia 10/11, quando comemoro 35 primaveras (com corpitcho de 34, desculpem, não resisto à piada infame). Dia 11, estarei na Feira do Livro de Porto Alegre. Dia 13 é a vez de a Livraria Cultura receber a minha visita. Depois, me despeço dos gauchinhos e parto para a região Norte.

Dia 18 de novembro, sou a convidada do Projeto Sempre Um Papo em Porto Velho, em Rondônia. No dia seguinte,
o mesmo Sempre Um Papo, mas desse vez ca capital do Acre, Rio Branco.

A região Centro-Oeste também não vai ficar de fora da minha turnê. Dia 21/11 vou autografar na Fnac de Brasília às 15h.

Detalhes no meu site: www.thalita.com

É isso! Bacana, né? Não vejo a hora de voar pra esses lugares todos. Gravarei vídeos, tirarei fotos e documentarei tudo pra mostrar aqui e no site.

Dia 10 é meu dia, hein? Quero parabéns, muitas felicidades, muitos anos de vida e todas aquelas coisas que o povo diz em aniversários, tá?

Beijos empolgadosssss

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Colégio Valsassina e uma fã especial

48 comentários
">

Chega à última semana a minha temporada lisboeta. Já estou com o coração pequenininho, vou sentir muita saudade. Fui superbem recebida em todos os colégios que visitei, mas hoje foi especial. No Valsassina, um dos maiores e mais conceituados centros de ensino de Portugal, conheci uma fofura chamada Margarida (a que aparece no vídeo aí em cima). Ela fez contato comigo, por email, uma semana antes da minha visita ao colégio:

Oi Thalita,

O meu nome é Margarida Viegas e tenho 11 anos. Ando no 6ºB do Colégio Valsassina, em Lisboa, e ouvi dizer que vem à minha escola. Fiquei muito contente, como é de esperar. Infelizmente, o encontro é só para os alunos do 9º ano e como não convém faltar às aulas, venho propor-lhe combinar uma hora para me dar um autógrafo e tirar uma fotografia, pois ADORO os seus livros. Anseio a sua resposta.

Muitos beijinhos da Margarida (eu uma vez comentei o blog como "Maggie")

P.S. - Acho-a muito amorosa e querida.


Hoje foi o dia em que conheci Margarida. E descobri que ela tem um blog cujo título é o mesmo do meu livro aqui em Portugal: Que Cena, Mãe. (http://quecenamae.blogspot.com). Descobri também que ela sabe tudo, tudinho, sobre mim e sobre os meus livros. Descobri que ela ri e se emociona com minhas histórias. Descobri que a mãe dela também gosta de mim e que as duas leem juntas as aventuras da Malu.

Essa portuguesinha (e suas amigas Cláudia e Daniela, duas queridas leitoras que, como ela, se autointitulam fãs) me cativou. Hoje tive a certeza de que um oceano de distância não é nada: adolescentes e pré-adolescentes são todos iguais, só mudam de endereço.

As turmas do nono ano também me emocionaram, com perguntas para lá de inteligentes e risadas gostosas que me deixaram muito, muuuuito feliz.

Valeu, galera! Adorei conhecer uma malta tão gira! Até a próxima!

Bitocas com todo o meu amor

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Feira de Frankfurt

37 comentários


Acima, um vídeo sobre minha visita à Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha, que é o maior encontro mundial do setor editorial. Ao contrário da Bienal do Rio e da de são Paulo, a feira não é aberta ao público. Lá, o que interessa para agentes literários e editores de todo o mundo é vender e comprar direitos autorais.

A música do vídeo é Walk Like an Egyptian (a versão do começo é a original, dos anos 80, de uma banda chamada The Bangles; na hora das fotos, é a vez das Puppini Sisters, um trio muito charmoso que regrava grandes sucessos com esse climinha de anos 40).

Ainda estou em Portugal, mas volto para o Brasil dia 28 de outubro. E em novembro vou viajar à beça pelo Brasil. Passo Fundo, Porto Alegre, Rio Branco, Porto Velho e Brasília, aí vou eu!

Bitocas lisboetas

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Lisboa, querida Lisboa

55 comentários
O grande barato de viajar, pra mim, não é apenas posar nos cartões postais pra mostrar as fotos para os amigos e dizer: ó, eu fui! Viajar é muito mais que isso. É se meter sem rumo em qualquer rua que te chame a atenção, é entrar em lugares que não estão nos guias turísticos, é puxar assunto com os moradores, é conhecer novas culturas, novos hábitos, é se deixar levar pelo novo, mesmo que o novo esteja no Velho Continente, que transpira história por todos os cantos e monumentos, é sentar numa praça e ver a vida passar lentamente.



Ah, as praças! Como elas são importantes (e limpas e lindas e preservadas) na Europa. Aqui em Portugal são ponto de encontro de velhinhos que, como no Brasil, perdem a hora jogando damas; de jovens, que levam livros para se jogar num banco, ou mesmo num gramado, para se embrenhar na mais bem acompanhada das solidões; de grupos de amigos que levam um vinho nacional para colocar o papo em dia num cenário de sonho.

Em se tratando de Portugal, poderia ficar horas descrevendo lugares (ou sítios, como se diz por aqui) de beleza ímpar, mas, mais do que lugares, eu gosto de gente. E é de gente que eu quero escrever nessa madrugada insone.

Desde a minha primeira vez em solo lisboeta que escuto dos portugueses: "Não sabemos aproveitar a vida", "somos um povo triste". Eu discordo. Já entendi que, para eles, o mar (que no Brasil remete à alegria, festa, brincadeira, liberdade, paixão, verão) é sinônimo de tristeza, por conta da época das navegações, quando muitas mulheres perdiam seus homens para a imensidão azul, selvagem e desconhecida. É realmente triste. Mas isso não faz da Portugal do século XXI um país triste. Portugal é legal! Portugal é fixe, é giríssimo!

E com um povo pra lá de peculiar, receptivo, simpático, que usa e abusa do diminutivo. Aqui não se diz até logo, mas até loguinho, um bocado vira um bocadinho, um momento, um momentinho, e por aí vai. E mesmo um beijo enorme vira um beijinho enorme. Sim, é bem fofinho. Além disso, eles têm a famosa lógica própria. Lembro de certa vez que, impressionada com algo que uma amiga portuga me contara, exclamei: "Mentira!". Ao que ela respondeu, muitíssimo indignada: "Imagina, mentira! Por que eu haveria de mentir? Não tenho a menor necessidade de mentir, eu não minto, não minto nunca!". Expliquei a ela que estava longe de acusá-la de mentirosa, que era só uma expressão que não devia ser levada ao pé da letra e rimos juntas da confusão.



Aliás, dizem que portugueses levam tudo ao pé da letra. Não é sempre verdade. Se levassem, o que fariam com a informação da frase da foto acima? Diz o cartaz colado na janela: "Qualquer assunto, por favor contacte o número 188 nesta mesma rua". Ri, fotografei e fiquei imaginando situações que poderiam acontecer no número 188. Uma pessoa poderia muito bem bater lá e dizer: "Não aguento mais ver as baleias morrerem impunemente, temos que mudar isso", ou "O meu pai não aumenta minha mesada há dois anos e eu gostaria de protestar", ou ainda "Tenho 90 anos e escuto mal. Você pode me ajudar a encontrar um aparelho de surdez em conta?". Ué, se é qualquer assunto, é qualquer assunto.



Mas a frase mais intrigante que encontrei foi "Já estou melhor, obrigada", escrita em delicados azulejos numa parede pichada. A frase está lá desde que vim da primeira vez, provavelmente há muitos e muitos anos. Nem sei se a pessoa ainda está bem, se piorou de novo, se morreu... Mas a frase continua lá. Promessa? Agradecimento de uma senhora popular que recebeu inúmeras visitas preocupadas com sua saúde e que já não aguentava mais providenciar pastéis de Belém para todos? Ou só a brincadeira de um gaiato com as sobras de uma reforma? Taí o maior mistério de Lisboa.

Antes de terminar, preciso comentar que ainda não me habituei com a mania que os portugueses têm ao desligar o telefone. Para eles, parece ser a coisa mais difícil se despedir de um interlocutor. Enquanto no Brasil terminamos uma ligação com o bom e velho "beijo, tchau", aqui é assim:

⎯ Então tá. Beijo! ⎯ eu digo, já pronta para começar a fazer outra coisa. E ouço em resposta:

⎯ Beijinho, beijinho, até loguinho, passar bem, beijinhos, beijinhos, até logo, tenha um bom dia, beijinho, tchauzinho, beijinho...

Sério! Eles disparam a dizer uma infinidade de despedidas! E isso é todo mundo. Da mulher da operadora de celular ao amigo mais íntimo. Já desliguei na cara de vários, coitados. Sem querer, claro!

Certa vez, um amigo de cá comentou que achava os brasileiros grossos ao telefone. "Uma gaja que trabalhou comigo desligava sempre quando eu ainda estava falando". Expliquei que não era falta de educação, nós simplesmente não estávamos acostumados a nos despedir com tantas palavras antes de encerrar um telefonema. Ele riu e pareceu concordar, embora com uma cara desconfiada: "Acho que essa escritora está a gozar de mim".



O sono voltou. Olho mais uma vez para o belíssimo Castelo de São Jorge reinando ainda iluminado no amanhecer lisboeta e parto para sonhar, desta vez com a minha cidade, agora olímpica.

Beijinho, beijinho, até loguinho, passar bem, beijinhos, beijinhos, até logo, tenha um bom dia, beijinho, tchauzinho, beijinho...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Só pra dar um alô

35 comentários
Tô em Lisboa, ainda com o fuso confuso, tuitando muito e vindo pouco aqui (mas eu tinha avisado! Ando viciada no Twitter, é fato). Mas tive que dar uma passada rápida na minha casinha virtual pra mostrar entrevistas que dei para dois sites incríveis.

Um é o da Heloisa Marra, uma jornalista de moda muito bacana que tem um portal e quis saber tudo sobre os meus batons, vestidos e, claro, meus livros. O bate-papo vocês podem conferir aqui:

http://www.heloisamarra.com/index.php?option=com_content&task=view&id=541&Itemid=99

A outra entrevista foi para a Luluzinha. Sim, Luluzinha, ela mesma, dos gibis! Adoro ela e, que tudo!, ela gosta de mim também! A primeira parte da entrevista que amiga do Bolinha fez comigo está no blog http://www.luluteen.com.br/luluteen/. Entrem lá e comentem!

É isso, gente! Saudade! Amanhã tenho reunião na minha editora e sábado autografo num supermercado. É!!! Vai ser minha primeira vez num supermercado, tô muito empolgada! Vou tirar umas fotos e depois boto aqui, tá?

Beijosssss portugassss

PS: volto a dizer que estou lendo todos os comentários, só não tenho tido tempo de responder. Snif... Mas um deles se refere ao livro que eu estou escrevendo como se fosse "para meninos". Não, não! Estou escrevendo um livro com um personagem masculino, sim, o que não quer dizer que seja para meninos! Pode ser que os meninos gostem mais dele porque vão se sentir retratados em suas páginas. Mas a verdade é que eles já gostam dos meus livros. Alguns têm vergonha de admitir porque os amigos acham que meus títulos são muito femininos. Mas pensem comigo: a Malu é um personagem feminino, tudo bem, mas o Harry Potter é masculino e é adorado por milhões de meninos E meninas do mundo todo.
PS 2: obrigadíssima pelo carinho ! Vocês são nota mil!!!!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Bienal e Portugal

64 comentários


Caramba, andei sumida daqui, né? Na correria pós-Bienal e com a praticidade dos 140 caracteres do Twitter, optei pelo microblog nos últimos dias para manter contato com os leitores.

Mas cá estou, na minha casinha virtual, para um último post antes de ir para Portugal, ora pois.

Antes de tudo, como diz o vídeo abaixo: obrigada por tornarem a Bienal do Livro de 2009 inesquecível para mim. Foram muitas emoções mesmo, frases lindas ditas ao pé do meu ouvido, choros sentidos de gente que me abraçou de verdade como quem abraça uma velha amiga, mães com olhos lacrimejantes, avós sorridentes, que se autointitulavam fãs, pedindo Fala sério, vó!... Foi simplesmente incrível.

A parte ruim dessa história é que eu simplesmente não consigo (já não conseguia antes) responder os emails que chegam a toda hora, nem mesmo os tweets carinhosos que recebo e os comentários neste humilde bloguinho. Mas leio realmente TUDO o que vocês escrevem. Podem ter certeza. E fico com o coração cheio, transbordando de alegria, por mais cafona que isso possa soar. Mas não esperem e não me cobrem, por favor, uma resposta! Infelizmente, mas infelizmente mesmo!, eu não consigo me transformar em duas: uma para responder leitores, outra para escrever, cumprir prazos, ir a reuniões de trabalho, matar a saudade dos meus amigos, tomar banho, almoçar, jantar etc.

Agora, Portugal: além de lançar o Fala sério, ups!, o Que Cena, Professor!, meu terceiro livro na terrinha, vou assinar para publicar o Fala sério, Pai e o Fala sério, Amiga!. Não é tudo?

Virei sempre aqui, para ler os comentários e postar coisas novas diretamente de Lisboa, mas no Twitter vou me esforçar para dar as caras diariamente, nem que seja pra um alô básico.

Acima, fotinho de todos os presentes que ganhei na Bienal. A minha cara de felicidade total mostra bem meu estado de espírito no momento, né?

Obrigada por tudoooo! Quem quiser encontrar comigo, é só dar um pulo no meu site para ver a minha agenda e ficar a par dos lugares que vou visitar até o fim do ano: Porto Alegre, Brasília, Rio Branco, Porto Velho e, claro, livrarias do Rio de Janeiro. Salvador e Recife, que o povo vive perguntando, ficarão para uma próxima vez. Prometo! Sou louca para conhecer as duas cidades. Ano que vem a ideia é viajar pelo Brasil. Minas, Espírito Santo e outros estados... me aguardem!

Bitocas da mais feliz das escritoras

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Um dia especial

143 comentários
E ainda dizem que adolescente não lê...

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Eu e a Meg 2

34 comentários
Acabei de descobrir que o blog GarotaFM gravou todo o início do meu encontro com a Meg na Bienal e colocou no YouTube. Vejam como nós duas nos divertimos batendo papo e posando para fotos.

Eu e a Meg

35 comentários


Foi muito bacana o meu encontro com a Meg Cabot ontem, na Bienal. Fiquei impressionada com a energia e o bom humor com que ela está encarando a maratona de entrevistas e autógrafos. Dá para perceber que ela está adorando. Expliquei a ela sobre a campanha "Ler é bacana" e ela também posou com o botton. Uma fofa, virei fã. Veja aqui um pequeno vídeo que gravamos no encontro.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

São tantas emoções...

74 comentários
Galera amada!

Preciso pedir desculpas a todos que estavam hoje na fila quando a segurança da Bienal achou melhor interromper a sessão, quando eu já estava autografando havia mais de três horas.

Fiquei impressionada com a velocidade da reação de uma multidão. Em um momento eram 5 ou 6 meninas gritando excitadas, logo depois eu já estava cercada de gente berrando por todos os lados. Com muitas crianças de 9, 10 anos no meio de toda aquela gente empolgada, acho que os seguranças fizeram o que tinha que ser feito.

Eles me levaram para a sala dos autores e de lá eu fiquei vendo e ouvindo a galera acenando e cantando para mim, foi superemocionante. Vejam nas fotos abaixo como estava a fila pouco antes de a confusão começar e depois eu já na sala dos autores ouvindo a galera cantar:

Thalita! Cadê você? Eu vim aqui só pra te veeeer!

Tô tremendo até agora. Emocionada até agora. Toda arrepiada!

Também coloquei o vídeo com a matéria feita pela Globo News.

Mais uma vez, peço desculpas a quem estava na fila e não conseguiu falar comigo. Espero que vocês voltem e que possamos conversar, tirar uma foto e tudo o mais.

Beijos empolgados (da ainda chocada),
Thalita







segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Chat e Bienal

86 comentários
É este o link para o chat que vai rolar na quarta, dia 9, às 18h: http://videochat.globo.com/ Participem!

No mais... contando os dias para a Bienal do Livro! Estarei lá de 10 a 20 de setembro, das 11h às 17h, no estande da editora Rocco. Apareçam!

Bitocas estaladassss

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Layout e Brasília

47 comentários
Todos os elogios ao layout devem ir para uma leitora e fã muito especial, a Mari. Eu não acreditei quando recebi o email dela com essa belezura.

O problema é que a pastel aqui não sabia como fazer pra mudar o layout. Aí o que a Mari fez? Mandou o passo a passo para eu fazer tudo direitinho e eis que... Consegui! E tá lindo de viver!

Gente, esse carinho de vocês não tem preço, sabe? A cada dia que passa fico mais emocionada com tanto apreço (ai, apreço é uma palavra meio antiga, mas acho tão bonita).
Não posso deixar de mencionar a Laís, Lá para os íntimos, vice-presidente do fã-clube, responsável por outro layout, o da minha página do Twitter. É um escândalo. Valeu, Lá!

Aliás, falando em Twitter, faz uns dias que tenho recebido spams lá. Fiquei tão triste. Acho que vai acabar virando Orkut, com recadinhos musicadinhos, correntes e mais um bando de coisas chatas. Enfim, vamos esperar, porque eu ando adorando aquilo lá. Quem ainda não me segue: http://www.twitter.com/thalitareboucas

IMPORTANTE: está agendada uma viagem que farei para Rondônia, Acre e Brasília. Datas, horários e locais no site: www.thalita.com .

terça-feira, 25 de agosto de 2009

NorteShopping e UOL

44 comentários

Ir autografar no NorteShopping é sempre uma alegria para mim. Muita gente, muita emoção... Mas no sábado passado foi mais que isso: foi mágico. O meu amado fã-clube em peso lá, vestindo camisetas Ler é Bacana e ainda com uma caixa cheia de cartas e pirulitos que fizeram as lágrimas virem até a beirinha do olho. Ainda comemoramos o níver da Laís, vice-presidente querida do fã-clube mais bombado do país. Muito bom ver Brunito (Brunão agora) e toda a galera. Também ganhei da Camille, uma boneca que cresceu à beça, uma bonequinha feita pela mãe dela que é uma coisa de linda! Tá aqui no meu escritório. A Jade me deu um cartaz lindo e chorou tanto, mas tanto... Nossa, se eu for citar os nomes todos vou acabar esquecendo algum e isso não é justo. Sei que cada um que foi e me deu beijo e pediu autógrafo é especial. Mas os abraços... Ah, os abraços! É cada um mais forte que o outro, cada um mais sentido que o outro. Gente, eu nunca achei, quando comecei a escrever, que um dia autografaria por cinco horas seguidas num shopping na Zona Norte (o povo costuma achar que a Zona Norte não lê. Faz-me rir).

A fila enorme e os gritos na porta da livraria me deixaram boquiaberta assim que cheguei. Um pai me contou que quem passava perguntava quem estava na livraria, se era alguém da Globo (rolei de rir). Até a Hannah Montana acharam que tinha vindo direto dos EUA para o NorteShopping, tamanha a aglomeração de pessoas gritantes.

Sim, houve gritos. Muitos gritos. para tudo! O povo grita quando me vê! E confesso que, nessas horas, eu me sinto meio Elvis, meio Beatles, vocês não têm ideia! Nunca achei que escritor tivesse fã. Eu tenho (oba!). Muitos (obaaa!!!)! E os pais, mães, tios e dindos? O que dizer deles? Guerreiros, alguns ficaram mais de quatro horas na fila. E ficam tristes não. Nem carrancudos. Chegam perto e querem tirar foto e me dizer coisas lindas ao pé do ouvido. E se declaram meus fãs, e me agradecem... Ô... Só de lembrar me emociono. E nem tô na TPM, hein? :o)

A todos os que foram e me deram de presente sorrisos, beijos e abraços, meu muito, muuuito obrigada! Eu não seria nada sem vocês. Obrigada por me fazerem uma pessoa muito mais feliz. Acima, foto da muvuca tirada pelo fofo Duda, também conhecido cmo João Eduardo Paiva Ferraz Pereira, marido da minha Lu Nabuco, assessora de imprensa e amiga nota mil.


Saiu a vencedora do UOL, mas eles tiveram problema no site. Assim que estiver tudo regularizado por lá, eles divulgam. Mas aqui vai, em primeira mão, o nome da sortuda que ganhou 10 livros autografados: Stephanie Oliveira de Souza. Parabéns, Stephanie!

Bitocas mais que empolgadas

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Maré deliciosa

28 comentários


Contei no Twitter, mas não contei aqui: fui à favela da Maré e foi uma das experiências mais legais da minha vida. Fui superbem recebida, doei livros para a biblioteca de lá, que está quase pronta, e me encantei com o lugar, lotado de gente bacana e ávida por cultura.

Um episódio contado por uma professora de lá ficou na minha cabeça. Uma aluna disse a ela, quando soube da minha visita à comunidade:

- Claro que ela não vem! O que uma escritora vem fazer na favela, professora?

Fui, amei, saí de lá encantada por falar para uma plateia tão interessada, tão perguntadeira, tão atenta, com gente de todas as idades. Fiquei tão feliz que da próxima vez quero levar uma caravana de escritores comigo.

Aí em cima, fotinhos desse dia mágico.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Agenda e promoção

52 comentários


Este fim de semana tem Leblon e Norte Shopping, com direito a comemoração de aniversário da Laís, minha anjinha de plantão e vice-presidente do meu fã-clube. Aliás, o pessoal do fã-clube tá organizando um petáculo de sorteio para a galera que for ao Norte Shopping e levar a carteirinha.

Então vamos aos endereços, para ninguém se perder de mim:

22 de agosto, sábado, às 15h, tarde de autógrafos na Saraiva do NorteShopping (Av D. Helder Camara nº5440)

23 de agosto, domingo, às 16h, tarde de autógrafos na Livraria DaConde (Rua Conde de Bernadotte, 26 - loja 125, Leblon. Fica em frente ao Teatro do Leblon, pertinho da Cobal)

E tem mais: em novembro, vou viajar: estão confirmados eventos em Porto Alegre, na Feira do Livro, em Porto Velho, Rio Branco e também em Brasília. Oba!!!

Bitocas empolgadasssss

sábado, 15 de agosto de 2009

Vencedores e POA

35 comentários
Os vencedores do concurso cultural da rede social de livros O Livreiro foram:

Andrea Pacheco, Julia Lin, Priscilla Paiva Moreira, Helena Mayrink, Renato Barbim.

Parabéns a todos! A galera do site vai entrar em contato com vocês, tá?

Porto Alegre foi tri! Como eu amo aquela terra! Agora, a gauchada tem que se decidir se dá um, dois ou três beijos! Hahahaha! Fiquei perdida! O Rio Grande so Sul é assim: sotaque lindo, muito "tu"e abraços tri apertados. Além de uma picanha incrível que comi ontem. Haja corrida e yoga essa semana pra queimar tanta chutação de balde. :o)

Obrigada a todos pelo carinho!

Tô escrevendo o livro com um menino e uma menina protagonistas. Quase acabando! Ainda sem título, mas tô amando fazer!

Beijo enorrrrrme

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Scrap MTV e Porto Alegre

28 comentários
Para quem não viu a entrevista que a fofaaa da MariMoon fez comigo, aí vai o link. Adorei. Edição nota mil, né não?

http://mtv.uol.com.br/scrap/videos/marimoo-entrevista-best-seller-thalita-rebou%C3%A7

A Mari aderiu à campanha Ler é Bacana, tanto que logo no começo da matéria aparece ela mostrando o broche. Olhem que bacana a nota que a Patricia Kogut deu no blog dela.

http://oglobo.globo.com/cultura/kogut/posts/2009/08/13/marimoon-abraca-campanha-ler-bacana-213779.asp

Galera de Porto Alegre, meus gauchinhos lindos, amanhã estarei às 19h na Fnac para autografar e bater papo com os leitores. Vai ser tri, guris!

Bitocasssss empolgadas
PS: ando irritada por não conseguir botar links aqui. Simplesmente não entra! Que saco. Mas cês sabem, né? É só copiar e colar pra ver o link.

domingo, 9 de agosto de 2009

Pra quem não viu o chat do UOL

36 comentários


Abaixo, dicas de presentes para os pais que gravei depois do bate-papo. Já que o Dia dos Pais tá acabando, as dicas ficam para o próximo ano (ou para o aniversário dos progenitores).




Quer me ver mais? Então não esquece, povo: quarta, às 19h30, Scrap MTV!

Beijosssssss

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

O Livreiro e Eu

31 comentários
Quer ganhar Fala sério, pai! autografado e um kit completo da rede social de livros O Livreiro?

Então é só clicar aqui para saber detalhes. http://www.conhecaolivreiro.com.br/noticias/204-escreva-uma-historia-do-seu-pai-e-ganhe-um-livro

Tem até videozinho meu explicando como fazer para participar. Vai lá, galera! São cinco kits, com direito a broches, marcadores, bloquinhos, bolsa, camiseta... E o broche Ler é Bacana, igualzinho a esse que a Marimoon botou na entrevista que fez comigo ontem (no post abaixo).




Boa sorte!!!

Hoje tem entrevista com a Folha de S. Paulo às 13h, chat do UOL às 15h, reunião às 17h e Livraria da Vila às 18h30. Ufa!
Amanhã: Saraiva do Morumbi Shopping às 16h.

Beijossssssss

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Marimoon e eu

24 comentários




Aviso para todos que são fãs da Marimoon: eu também sou! E agora mais ainda, que a conheci pessoalmente. Ela é fofa até a raiz do cabelo azul mais lindo que já vi. Gente, peguei no cabelo dela! É zero ressecado e brilha como o quê. Ah! E ela tem um abraço apertado, upa esmagadaço, bom demais.

Nossa conversa vai ao ar no Scrap MTV na quarta que vem (dia 12/8) e assim que for pro site do programa eu boto aqui pra todo mundo poder ver. Falamos de Fala sério, pai!, de livros, de adolescentes e internet, adorei!

E, o melhor de tudo! Ela botou meu broche da campanha Ler é Bacana!!! Muito linda! Abaixo, fotos do nosso encontro aqui em Sampa, cidade que amo, onde tudo funciona e que o beijo único vem com abraço.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Quer ganhar meus 10 livros?

45 comentários
Autografados?

A ideia foi do pessoal do UOL, que resolveu sortear todos os meus livros para um só felizardo. Para participar, é só clicar e torcer:

https://clube.uol.com.br/participate/competitionOpen.html?idtCulturalContest=73

Boa sorte a todos! Espero vocês no chat, às 15h, com direito a vídeo. Acho isso tão moderno, tão família Jetsons (ah, gente, eu sou antiga, do tempo da máquina de escrever, hahaha!)

Beijosssssssss

domingo, 2 de agosto de 2009

Uma noite vermelha

22 comentários


Ontem fui à quadra do Salgueiro. A última vez que pisei naquele lugar mágico ainda estava na faculdade, lá se vão uns 12 anos. Eu sou do samba, adoro um baticum desde que me entendo por gente e desfilei na vermelho e branco da Tijuca em 1993, quando a escola foi campeã. Mas o gosto de desfilar em 2010 vai ser especial: o enredo Histórias sem Fim vai levar para a avenida a história do livro. No site do Salgueiro (www.salgueiro.com.br) a frase de Jorge Luís Borges resume bem a mensagem que a escola quer passar: "Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso é, sem dúvida, o livro. Os demais são extensão do seu corpo... mas o livro é outra coisa, o livro é uma extensão da memória e da imaginação".

Por isso foi tão especial minha ida à quadra. Além do carinho enorme que recebi de todos, foi emocionante ver uma escola importante como o Salgueiro, campeã do carnaval de 2009, empenhada em falar de livros, livros!, no maior espetáculo da Terra. Que coisa nobre: divulgar o hábito da leitura para o povo, esse povo que se acaba de felicidade e folia no período momesco, esse povo que respira samba durante quatro dias por ano. Muito bacana pensar que na festa mais popular do país, uma das maiores estrelas da Sapucaí vai ser o livro.

Palmas para o Salgueiro, palmas todos os envolvidos na escolha do enredo. Palmas por apostar em literatura. Como escritora, não só aplaudo, mas reverencio a escola. Dizem que o Brasil não lê, mas lê, sim! Já vendi mais de 350 mil livros e tenho o maior orgulho disso.

Acima, fotos da noite maravilhosa de ontem: Eu e Renato Lage, o carnavalesco nota 10, e com Eduardo Pinto (vice-presidente cultural da escola) e Gustavo Melo (diretor cultural). Todos com o broche da minha campanha Ler é Bacana. Não é demais?

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Chat dia 7: Sampa, aí vou eu!

49 comentários
Oi, gente! O Uol me chamou para um bate-papo, dessa vez com vídeo, olha que luxo!. Vai ser no dia 7/8 às 15h. Pouco depois, às 18,30, estarei na minha tarde de autógrafos na Livraria da Vila, em Sampa. No sábado é a vez de fazer bagunça na Saraiva do Shopping Morumbi, a partir das 18h. Oba, adoro ir pra Sampa!

Aí vai o link:

http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/#thalita

07/08/2009 - SEXTA, 15h

Bitocas estaladas

terça-feira, 21 de julho de 2009

Video Show e Sem Censura

75 comentários
Aí vai o registro muito fofo que a galera do Video Show fez na noite de autógrafos de Fala sério, pai! na Fnac. Foi ao ar hoje.



E na quarta-feira é dia de tevê de novo! Vou ao Sem Censura, da TV Brasil. O programa (que eu a-mo!) começa às 16h.

E os eventos continuam: sábado é dia da livraria Nobel do Center Shopping Rio, em Jacarepaguá ((Av Geremário Dantas, 404 terceiro piso - Tanque - tel: 33274656), e domingo eu estarei na livraria DiVersos, na Barra ((Av Érico Veríssimo, 843 loja A - Barra da Tijuca - ao lado do Balada Mix - tel: 2495-0040).

A agenda completa está no meu site: http://www.thalita.com.

E eu tô no twitter (e tô adorando aquilo lá): http://twitter.com/ThalitaReboucas

Bitocas empolgadassss

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Curso, autógrafos e gente que cresce

72 comentários
Começa este fim de semana minha maratona de autógrafos para lançar o Fala sério, pai!. Muito empolgada! Sábado às 18h na Fnac e domingo às 16h na Travessa de Ipanema. A agenda completa (com endereços e horários) tá, claro, no meu site: http://www.thalita.com.br/agenda.htm.

Dia 10 de agosto começa a oficina de Literatura Juvenil e Mercado Editorial, um curso de quatro segundas que vou dar no POP, o Polo de Pensamento Contemporâneo, no Jardim Botânico. O público-alvo é a galera que tem vontade de escrever livros para adolescentes e entender como funciona o mercado. Mais detalhes aqui: http://www.polodepensamento.com.br/sec_cursos_view.php?id=195

Me ajudem a divulgar! O texto do folheto do Pop diz assim: "Os adolescentes e pré-adolescentes estão, cada vez mais, em busca de um estilo de vida próprio que se reflete em hábitos de consumo mais variados. A literatura é uma forma de representação desses estilos e de comunicação com esse público. Neste curso a escritora apresentará, a partir de sua experiência e de dados do mercado, o campo atual da literatura juvenil, mostrando como é possível dialogar de forma bem sucedida com um público pouco destacado pela imprensa e até pelas livrarias". Chique, né? Tão adulto e sério isso! Ai, ai...

Ah! Estou a fim de escrever um texto sobre meus leitores que crescem e, oba!, mi vezes oba!, continuam gostando de mim. São 10 anos de carreira, então, já vi muita gente que era menor que eu crescer, mudar de cara, de voz... É tão bacana ver isso, vocês não fazem ideia. Em São Pedro d'Aldeia, sábado agora, num dos eventos mais emocionantes que já fiz na minha vida, revi a Clarinha, que era uma pirralhinha quando me conheceu, há três anos, e agora tá uma moça. O mesmo acontece com a Bruninha, de Sampa, e com o Brunito, que era um menininho pequetito e agora tá um homem. Meu Deus! Tô ficando véia, viu!? Aí, olhando algumas fotos, me deu vontade de escrever, de fazer um vídeo, sei lá... Mas quero fazer alguma coisa, porque preciso celebrar tantos leitores queridos, tanta gente bacana que me acompanha há tanto tempo...

Então, quem tiver fotinho comigo de tempos atrás e quiser mandar, vou amar. É só enviar para thalita@thalita.com.br, tá?

Bitocasssss empolgadas com Fala sério, pai! chegando às livrarias

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Eu não estou sozinha

50 comentários
A capa da Veja desta semana, "Sozinhos.com?", sobre as redes sociais on-line, me botou pra pensar. Não sobre a complexidade de temas como solidão, amizade e carreira, que aparecem na matéria, mas sobre mim. É, sobre mim. Porque em tempos de Twitter, Facebook e Orkut, descobri, com surpresa e, confesso, alegria que não estou sozinha... no narcisismo. Se tem uma coisa que todos esses sites de relacionamento têm em comum é o estímulo da paixão das pessoas por si mesmas. É a época do eu me amo. Um eu me amo sem vergonha, sem culpa.

Assim que você entra no Twitter, a pergunta que berra olhando na sua cara é: "O que você está fazendo?". No Facebook, mais do mesmo, com a questão "O que está na sua mente?" convidando o narciso na frente da tela a compartilhar com seus amigos virtuais o que anda pensando, escrevendo, conjecturando, confabulando.

Não importa se a pessoa está se preparando para ir a um show ou à padaria, se quer reclamar do trabalho ou fazer uma lipo, se descobriu um vídeo incrível no You Tube ou se quer mostrar pro mundo as últimas gracinhas de seu cachorro. A ideia é dividir com geral (como diriam meus leitores adolescentes) o que você vê de bom por aí, o que você quer, o que você pensa. E mais suas fotos, seus talentos, suas dúvidas, suas angústias, seus pensamentos (edificantes ou não. Isso definitivamente não importa nos twitters da vida. O que importa é botar a cara lá e falar. Ou melhor, escrever. Ups! Eu quis dizer teclar).
Outro dia um amigo escreveu que o Facebook parece uma festa. Gente falando o tempo inteiro, interagindo, comentando, bisbilhotando a vida alheia sem vergonha... tudo no maior silêncio. E é justamente no silêncio da palavra escrita que diminui o peso de admitir, de gritar: sou narcisista sim, e daí?

Por muito tempo pensei que era só eu, mas pelo visto todo mundo quando passa por um espelho dá aquela olhadinha pra ver se tá tudo nos trinques. E olha uma, duas, três incansáveis vezes a imagem que está careca de conhecer. Esse tempo narcísico já estava se apresentando, de mansinho, nos blogs e fotologs espalhados pelo universo virtual, mas os sites de relacionamento são diferentes. Você sabe que está todo mundo ali o tempo inteiro (tá na Veja: "para cada quatro minutos na rede, os brasileiros dedicam um a atualizar seu perfil e bisbilhotar o dos amigos") . Não é como um blog, que existe na esperança de receber visitas e, luxo dos luxos, comentários.

Apesar de a matéria falar sobre superexposição, o narcisismo ficou de fora. Antigamente, no tempo da máquina de escrever (que usei muito), eu achava que as pessoas tinham uma espécie de vergonha de assumir que se amavam. Como se houvesse alguma razão para se envergonhar disso. A gente tem que se amar muito mesmo, não só para poder amar o outro. Temos que nos amar porque somos verdadeiras obras de arte. O corpo humano é um primor, o cérebro e seus labirintos misteriosos idem. Tudo bem, na época das máquinas de escrever não havia um espaço como a internet para mostrar para o mundo o amor incondicional que sentíamos por nós mesmos. Era um tempo esquisito, em que amigo era só quem a gente podia ver e tocar, em que o olho no olho era fundamental e que encontros aconteciam em bares, restaurantes, festas, praia. E nesses encontros falávamos de tudo. De nós, claro, dos nossos problemas, dos nossos trabalhos, mas de um monte de outras coisas. Agora não, é tudo na internet. Enquanto o círculo de amigos próximos diminui, o de contatos virtuais aumenta, diz a matéria.

E essa é a parte triste: é tanto amor por nós mesmos, que o amor pelo outro está sendo deixado de lado. Será que a amizade ficou em segundo plano? Esse plano meio doido, a vida real? Gosto da internet, ela sempre foi minha aliada. Com meu site divulguei eventos e livros, me fiz ser conhecida por muita gente e abri portas que pareciam emperradas. Mas, sinceramente, eu gosto de gente. De pegar, de olhar, de rir junto. Não quero saber só por uma tela fria o que meus amigos estão lendo, pensando ou fazendo.

Vamos nos amar sempre. Muito! Eu me amo. Mas amo mais um bom abraço apertado, bem dado. Não aquele tapinha mole nas costas. Abraço de verdade. O meu é ótimo, modéstia lá longe. Ah! Se posso dizer sem culpa que me amo, que mal tem em admitir que meu abraço é um espetáculo?

quinta-feira, 2 de julho de 2009

O Livreiro está no ar!!!

43 comentários

Aí vai o vídeo que mostra o retrato falado da Macabéa, da Clarice Lispector, um dos personagens que mais marcaram a minha vida. Esse making of faz parte do lançamento de O Livreiro, um portal que nasce com um objetivo que tem tudo a ver comigo: incentivar o hábito da leitura no país. Estou superorgulhosa por fazer parte dessa família e espero que todos os meus leitores entrem lá, naveguem bastante e divulguem, como dizem vocês, pra geral! Também são amigos do projeto Lus Fernando Verissimo, Adriana Falcão e Marcelo Tas, entre outros. Tô muitíssimo bem acompanhada, né não?
O bacana de descrever a Macabéa foi ver uma figura que só existia na minha cabeça tomar forma na minha frente. Incrível!
Beijo enorrrrme e empolgado! Esse portal vai bombar, galera!!!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Colunista em Portugal e mais um pouquinho de Ribeirão

81 comentários
É com imenso orgulho que venho aqui anunciar que a partir de julho serei colunista em... Portugal! Numa revista nos moldes da Atrevida e da Capricho, a 100% Jovem! Tô meeegafeliz! Eu sempre tive o sonho de escrever uma coluna, agora fora do país nunca nem pensei! Vai ser ótimo pra minha carreira na terrinha, para divulgar meus livros, as adolescentes portugas vão conhecer melhor meu trabalho... Tô rindo à toa, não adianta.

Ribeirão... Eu estava devendo contar mais um pouco do evento mais emocionante que já fiz. Meu coração ainda está lá naquela cidade linda, que me acolheu tão bem. Conheci muita gente bacana, fui tratada como princesa, fiquei hoooras autografando em plena praça, rodeada de verde e de gente que me disse coisas lindas, mães muuuito fofas. Uma me disse:

"Você não escreve só para adolescentes. As GTI te adoram".
"GTI? O que é isso?", eu quis saber.
"Garotas da Terceira Idade, bem!", ela esclareceu, com uma gargalhada gostosa.

Nem preciso dizer que amei a abreviação, né? E que vou usar em algum livro!

Lá em Ribeirão, conheci a Victoria, a Mel e a Sophia, filhas da prefeita da cidade, que me convidaram pra jantar e ainda levaram a amiga Carol junto... E ainda teve a Mara, minha "madrinha" , que tomou conta de mim e ficou do meu ladinho o tempo todo, pra que nada de errado acontecesse. A organização foi nota mil, nada podia dar errado. Além de tudo, muito bacana ver uma cidade respirando literatura. Parabéns, galera!

As fotos do evento estão todas no meu site, quem ficar curioso vai lá ver que o momento inesquecível que vivi nessa cidade de são Paulo.

Bitocassssssss

domingo, 21 de junho de 2009

Ribeirão Preto: INESQUECÍVEL

23 comentários
Muitas coisas para contar da feira do livro de Ribeirão, muuuitas emoções, fila enorrrrme de autógrafos, muita gente me assistindo... Mas antes de dar detalhinhos sobre essa experiência ÚNICA que foi a feira, no post aí abaixo está o vídeo que o pessoal da organização botou no blog do evento.
Bitocasssss
18 comentários

terça-feira, 16 de junho de 2009

Capa e gente que fura fila

60 comentários



Aí vai a capa do Fala sério, pai!. Linda demais! Parabéns para a Isabel (ilustradora), para a Ana Martins (minha editora) e toda a galera que cuida das capas dos livros do selo Jovens Leitores lá na Rocco. Arrebentaram!

Ontem teve Salão do Livro Infantil e Juvenil lá no Centro e foi incrível. Eu me senti muito popstar, povo! Gritaria, trocentos autógrafos, filas gigantes e em alguns momentos eu mal consegui andar. E não tô exagerando! Por isso, ao contrário de todos os eventos de que participo, não consegui tirar quase nenhuma foto
(ou o Cal fotografava ou botava ordem na fila. Ele preferiu a segunda opção, claro, porque gente que fura fila é uó! Falta de respeito total com as pessoas. Mas isso existe muito ainda, infelizmente). Uma peninha.
Mas aqui vai o registro do bate-papo nota mil que rolou na Biblioteca do Salão e reuniu gente muito bacana, cheia de perguntas interessantes. Adorei. Foi uma tarde muito especial pra mim. Muito carinho, muito abraço apertado... Ô, dia bom!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Medalha de bronze é ruim?

62 comentários
Pre-ci-sa-va blogar isso, povo! Uma matéria da Veja desta semana sobre a Meg Cabot (O Diário da Princesa) traz um quadro com as escritoras preferidas das adolescentes. Estão lá, além dela, as gringas Cecily Von Ziegesar (Gossip Girl) e Stephenie Meyer (Crepúsculo). A única brazuca citada na matéria... sou eu! Não é tudo de bom?

Melhor ainda é dar uma olhada com lupa nos números. Duas delas tiveram suas obras adaptadas para a telona em filmes hollywoodianos que renderam milhões de dólares. Gossip Girl, da Cecily, por sua vez, rendeu uma série de tevê badalada. Tudo isso, claro, aumenta, e muito, a venda dos livros.

Euzinha, que não tenho série nem filme (AINDA!!!), não faço nada feio perto dos números das gringas. Na comparação, sou medalha de bronze. Com muito orgulho!
E estou só começando!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Quanta coisa boa!!!!

46 comentários

Gente, tenho muitas novidades boas pra dar (algumas pela metade, mas a empolgação da escriba aqui é tanta que eu precisava dividir com vocês. Assim que puder dar mais detalhes eu dou, prometo!): uma é que fui convidada para fazer parte de um projeto bacanésimo ligado à internet (a foto acima é da equipe que me convidou, só pra vocês terem um gostinho). Posso adiantar que quem gosta de ler e de livros, como eu, vai amar e viciar!

Outra novi: mais uma vez vou dar as caras no Video Show entrevistando, claro, atores adolescentes. Vai ao ar no dia 12. Adivinhem sobre o que eu vou falar? Essa é fácil, né? E a outra boa nova é que fui convidada para dar uma oficina, em agosto, no POP - Polo de Pensamento Contemporâneo, no Jardim Botânico, sobre literatura juvenil. Enfim... só coisa maravilhosa! Não disse?

Ah! Tem mais!!! Fechei minha participação na Feira do Livro de Porto Alegre . É dia 11 de novembro, galera! Oba! Tô com uma TRI saudade dos meus gauchinhos!

A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto também vai ser demais, dia 20 de junho vou estar no Teatro Pedro II às 14h respondendo perguntas dos leitores. Vai ser lindo!

E estou fechando agenda de lançamento do Fala sério, pai!. Vou passar por váááárias livrarias, começando por Sampa. Aguardem detalhes. Sem contar que esse ano tem Bienal do RJ em setembro, onde estarei todos os dias, como sempre.

E ainda estou comemorando 4 anos como colunista da Atrevida. Vem surpresa por aí! Aguardem!

Bitocas empolgadasssss
PS: acho que deu pra notar que estou muito, muito (muito mesmo) feliz, né?



segunda-feira, 25 de maio de 2009

Show de horrores

50 comentários

Fui ver o incrível Pilobolus, um grupo de dança americano formado por seis bailarinos que fazem miséria no palco. Uma coisa meio Deborah Colker, meio Cirque du Soleil. Uma aventura visual única, uma ode ao talento e à criatividade. E à leveza, e à precisão. E à perfeição. Fiquei pasma. O problema é que além dos bailarinos, a plateia me deixou boquiaberta. Para meu espanto, as pessoas falavam alto sem cerimônia, como se estivessem na sala de casa ou, pior, numa mesa de bar. 

- Isso não é balé, é contorcionismo - disse a pessoa sentada na minha frente para sua vizinha de cadeira.

Ah, mas é bonito. E tudo o que é bonito é bom de ver. Deixa de reclamar, como você gosta de reclamar.

- Shhh! - fiz acompanhada de outros incomodados como eu.

- Que corpo esse bailarino tem, hein? Ah, eu com dez anos a menos... - confidenciou uma outra espectadora, sentada na fila de trás.

Deixa disso, você nunca gostou de homens bonitos! E esse é um pedaço de mau caminho discordou a amiga, no mesmo tom de conversa de botequim da outra.

- Será que aqui não tem garçom? Queria pedir gelo pro meu refrigerante. Tá uma porcaria reclamou um cara sentado bem perto de mim.

Fiquei impressionada com a falta de educação. E com a falta de respeito com os artistas. Meu Deus! Onde foram parar os bons modos? Teatro e cinema não são lugares para bater papo! Que vergonha ver adultos se portarem tão mal!

E que vergonha do Vivo Rio, que não está preparado para receber uma companhia do quilate de Pilobolus. O barulho que vinha da cozinha era irritante, desrespeitoso, um acinte. E alto. Como tudo ali na plateia.

Saí de lá embasbacada com o espetáculo que vi no palco e com o show de horrores protagonizado pela falta de educação. Que da próxima vez os bailarinos tenham um local mais digno de seu talento para se apresentarem, como o Municipal ou o João Caetano, por exemplo. Infelizmente não posso fazer nada em relação aos adultos mal-educados. Ao contrário das crianças, que têm uma vida inteira para aprender boas maneiras, adultos já estão formados e dificilmente enxergam seus erros.

Fica aqui meu protesto e meu desabafo. Educação é artigo precioso em qualquer plateia, de qualquer espetáculo. Não, mais que isso: educação é fundamental na vida. 

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Baita elogio

38 comentários

"Seus livros fazem as crianças descobrirem como é a adolescência, fazem as adolescentes saberem que não estão sozinhas nesse mundo, e principalmente, fazem os adultos voltarem a ser adolescentes", Sheila.

A Sheila é uma menina que começou a comentar aqui há pouco tempo. Outro dia, olhando os comentários, me deparei com este elogio que me emocionou, me acarinhou, me fez pensar... Há muito tempo não lia uma coisa tão bacana sobre o meu trabalho. Uma frase simples, espontânea, escrita pela melhor crítica literária que existe: uma leitora.  Muito, muuuito obrigada, Sheila. Você fez meu dia mais feliz. Todo o meu amor pra você.

Galera, ultimamente não tenho tido tempo de responder os emails que recebo (mas leio todos!). Parei com o Orkut porque o relógio tá de mal comigo e não tem me dado trégua e é justamente por isso que peço mil desculpas, mas não posso visitar os blogs de vocês e comentar, como muitos me pedem aqui. Se comentasse no blog de uma pessoa, acabaria sendo injusta com outra. Espero que vocês entendam. Adoro estar em contato com meus leitores, por isso tenho tanto carinho por esse nosso cantinho. É um delícia vir aqui e "conversar" com vocês.

Beijocaaaaa

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Minha alma canta

51 comentários
Ainda estou com o fuso confuso, mas tão feliz por estar no meu Rio de Janeiro. Estava morrendo de saudade de tudo aqui. Hoje rolou uma praia paradisíaca! Céu azul, água cristalina, temperatura perfeita! Amo demais essa cidade! 

Matei a curiosidade! Vi o curta que o pessoal do Discovery Home & Health fez comigo. Está indo ao ar durante a programação. Aí está o resultado. Eu adorei! E quero aproveitar para agradecer ao pessoal que participou da gravação e à livraria Alegria das Letras, que me recebeu tão bem. Espero que vocês gostem. Me senti muito lisonjeada por ter sido uma das quatro escolhidas no Brasil para representar "a mulher que trabalha, é reconhecida profissionalmente, se diverte e faz campanhas sociais (eles me chamaram por conta do Ler é Bacana. Não é demais?)". Foi isso que eles me disseram quando me convidaram para participar.  Quase caí pra trás. Achei até que era trote. Os curtas foram feitos com mulheres de toda a América Latina e vão ficar no ar durante três meses. 

Antes de encerrar este post preciso dividir uma coisa com vocês: estou viciada em The Tudors (http://sho.com/site/tudors), uma série sobre o Henrique VIII que é simplesmente sensacional.  Tentem assistir, vale muito a pena. Não dá, não posso ver nenhuma série que vicio. Lost (sensacional, cada vez mais incrível), Ugly Betty (amooo!), Two and 1/2 Man (o texto está melhor a cada temporada) e a incomparável Brothers and Sisters (sou simplesmente apaixonada pelos Walkers e pela Sally Field). Isso sem contar com as inesquecíveis Sex and the City (ai, que saudade da série! O filme foi tããão chatinho e previsível), Friends (Phoebe! Phoebe! Phoebe!) e Seinfeld, simplesmente genial. 

Normalmente não sou muito de filmes, mas vi O Leitor no avião e fiquei bege. A Kate Winslet realmente merecia o Oscar, que show ela deu! E que filmaço! Também recomendo!

Bitocas cariocassssss

sábado, 9 de maio de 2009

Margarida, Fala sério, pai! e sonhos

63 comentários

Ontem fui participar de um programa na SIC chamado Mundo das Mulheres. O programa era sobre best sellers e fui convidada para falar do meu trabalho ao lado de um sociólogo que tentou explicar o fenômeno best seller, e a Margarida Rebelo Pinto, uma escritora portuga que já publicou aí no Brasil quatro títulos, pela editora Record, e que já vendeu nada mais nada menos que um milhão de livros (eu disse UM MILHÃO!!!). E o fato de que Portugal tem apenas 10 milhões de habitantes a torna ainda mais vitoriosa. Viva ela!

Durante o programa, que dura uma hora, percebemos várias afinidades. Ela também anota coisas que lhe vêm à cabeça (eu até contei pra ela que do bloquinho passei para o gravadorzinho, para não precisar encostar o carro quando estou dirigindo) e, como eu, ela, sem um pingo de vergonha (afinal, estava batalhando pelo seu sonho) ia às livrarias fazer propaganda do seu trabalho. 

Deu certo pra ela. Deu certo para mim. E podem acreditar que dá certo pra muita gente que acredita em seu talento, em seus objetivos... No Brasil, o que mais ouvi quando comecei foi: "você não pode largar o jornalismo, se largar vai morrer de fome, porque ninguém lê nesse país". E aqui estou, com mais de 350 mil livros vendidos e o lançamento de uma carreira internacional. E é só o início, porque estou na Rocco há apenas cinco anos, quando tudo começou realmente a acontecer. Antes de encontrar uma editora grande, penei tentando convencer os outros de que não era louca, apenas acreditava que aquilo podia dar pé. 

Adolescência é a época dos sonhos. Não deixem de sonhar, por mais cafona que possa parecer esse pedido. Mas sonhem e batalhem, porque sonhos não se realizam do dia para a noite. E acreditem. 

O Fala sério, pai! nasceu!!! Sim! Já está em produção na Rocco. Chorei tanto quando acabei, mas tanto, tanto... Foi um grande desafio narrar metade de um livro como um homem, foi um grande desafio voltar à esfera familiar da Malu e (re)descobrir esse pai, o Armando, jornalista esportivo, tricolor doente e peladeiro convicto. Espero que vocês gostem dele como eu gostei. O cara é muito bacana, viu?

Ah! A foto acima mostra a Margarida e eu depois da gravação do programa. Tá meio assim-assim porque foi tirada pelo celular, mas a nossa energia boa tá nela e é isso que vale. Além de tudo, queria muito botar aqui para vocês conhecerem a carinha dela. Além de best seller, ela é gente boa atéééé!  

Bitocas estaladas (tô chegando, galeraaaa!)


terça-feira, 5 de maio de 2009

Todo dia é dia de feira

62 comentários

Galera amada! Começou a Feira do Livro de Lisboa, um evento ao ar livre, num parque lindo de viver, o Eduardo VII, e eu, claro, estou batendo o ponto lá todos os dias, como faço nas Bienais do Rio e de SP. Tudo começando, do jeitinho que aconteceu há 10 anos no Brasil (Vejam o vídeo que gravei nos dois primeiros dias do evento no fim do post). 

Cla, não acredito que você JÁ viu as minhas entrevistas no site! E Cajuzinha, você JÁ leu a entrevista que saiu na revista do DN!  Thalitetes de carteirinha! Tá tudo no meu site, o thalita.com. Botei lá algumas das entrevistas que dei por aqui. O Diário da Manhã, que é uma espécie de Bom Dia Brasil daqui, que passa na TVI, a emissora mais assistida de Portugal, e a Praça da Alegria, um programa muito divertido que vai ao ar diariamente na RTP. O link para a matéria do Diário de Notícias também está no meu site. Vai lá, galera!

Dia 13 estou de volta. Muita saudade de tudo aí! Muita saudade de vocês! Obrigada por escreverem e me deixarem tão feliz com os comentários fofos. 

Ah! O pessoal do fã-clube botou no site (e eu ameeei) a foto da campanha do Dermacyd Teen que saiu numa revista adolescente. Resolvi copiar e colar aqui. Ficou fofa, né? Ah! Já estão me vendo em algumas farmácias. Se virem, fotografem, please!!!

Bitoca na bochecha

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Tal e qual

52 comentários


Qual não foi minha surpresa ao descobrir que adolescente é tudo igual, só muda de endereço!? Os daqui de Portugal são um pouco mais tímidos no início, mas logo se soltam e rolam de rir comigo (aqui não se diz "rolar de rir", mas "rebolar de rir". Não é fofo?). As visitas que eu fiz a dois colégios muito importantes, e muito bacanas também (ou giros, em português de Portugal, ora, pois), o Maristas e o Salesianos, foram sensacionais. Fui superbem recebida por quase mil alunos (somando as duas escolas), um carinho enorme, ganhei cada sorrisão... parecia que estava no Brasil. Até em braços eu autografei!   A-dooo-rei!


Amanhã começa a feira do livro de Lisboa, o evento literário mais importante de Portugal. Torçam para dar tudo certo!!! Tô muito ansiosa, vocês bem podem imaginar!

Acima está uma foto da minha entrevista no programa Praça da Alegria, que passa todas as manhãs aqui. Show de bola! Não! Muito fixe (Muito maneiro, em português da terra de Camões)!

Aaaah! Neste domingo, dia 3, estreia no Discovery Home & Health o curta-metragem que eles fizeram comigo e mais três mulheres brazucas. Vai ficar três meses no ar e passar várias vezes durante a programação em toda a América Latina. Tentem ver! Se virem, me digam o que acharam, por favor! Tô muuuito curiosa!

Vou continuar mantendo vocês informados sobre minha saga portuga, fiquem de olho no nosso blog! E obrigada por tudo!!!

Beijo enorrrrrrme

sábado, 25 de abril de 2009

Lançamento portuga

46 comentários
O lançamento do Que Cena, Mãe! na Fnac superou todas as minhas expectativas. O povo se divertiu bastante com as coisas que contei sobre o começo da minha carreira (e os micos que eu paguei em feiras de livros e livrarias) e com as histórias da Malu e sua dileta mãe, Angela Cristina.
Lançamento aqui, ao contrário do Brasil, tem uma apresentação. As meninas que estão na mesa comigo são a Inês, da Presença, minha editora aqui, a Leonor, atriz famosa aqui na terrinha e minha amigona há 10 anos, e a Helena, jornalista e amiga querida, minha alma gêmea portuga.  As três falaram coisas lindas sobre mim e meu trabalho, foi difícil conter o choro. 
No fim, mesmo nervosa, falei, li trechos e ainda autografei! Nem preciso dizer que fiquei muuuuito feliz, né?
Aí vai o vídeo do dia mais importante da minha vida: o lançamento da minha carreira internacional, ó, pá!

Recadinhos: Helen, tô feliz que seu computador está funcionando direitinho e você agora pode me ouvir. Vou torcer pra você poder ir me ver em Ribeirão. Lá, adorei saber que sua priminha gosta de me ver nos vídeos do blog. E pra toda turma linda que aparece por aqui: brigadaaa! Acho que a foto do cabelo de ladinho ganhou, ainda nao computei os votos (hahaha). 

Beijinhos nas bochechas

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Novidades portuguesas

19 comentários
Estou tão feliz, gente! Dei minha primeira entrevista em Portugal. E foi para o Diário de Notícias, o jornal mais importante daqui. Fiz um vídeo (editado pela Juca Nota 10) mostrando como foi a tarde de bate-papo que eu tive com a Paula Mourato, uma repórter muito fofa que me ouviu falando por três horas! Três horas!!! Coitadinha! Hahahaha! A matéria sai dia 3, e eu prometo botar aqui. 

No vídeo eu pareço estar com o ovo na boca em alguns momentos. Tem uma hora que nem eu entendo o que falei. Acho que foi alguma coisa como "Tá rolando um momento modelo, gente!".  Ah, era muita animação, povo!

Bom, mais vídeos e novis muito em breve! Já visitei a primeira escola e fui suuuuperbem recebida! Sem contar com o lançamento na Fnac, que foi demais! Ah! Meu livro já está no Top 5 da Fnac, gente! Não é incrível? A torcida de vocês tá adiantando. Por isso, continuem torcendo, tá?

A ideia que vocês tiveram de fazer um concurso para faturar a touca do comercial da Dermacyd virou notícia em Portugal. Podem ler no site do DN, numa espécie de prévia da matéria que vai sair dia 3. http://dn.sapo.pt/cartaz/livros/ 

Bitocas lusitanassss

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Vídeo lisboeta e a opinião de vocês

96 comentários






— Galera! Dia 17 tem chat no UOL às 15h, hein? Apareçam!

— Lá e Brunito, tô amando o site do fã-clube! Ler o que a galera escreve pra mim é incrível, fico toda emocionada! Valeu, povo!

 — Além do novo vídeo (bem menos narcisista que o outro, hehe), três fotitos que tirei hoje às sete da noite, na mesma hora e no mesmo lugar em que gravei meu momento-turismo. Uma delas pode entrar na orelha do Fala sério, pai!.  Me ajudem a escolher? Qual vocês preferem? A do sorrisão, a do cabelo de ladinho, ou a que é um quase-perfil?
Bitocas lusitanassss


segunda-feira, 13 de abril de 2009

Saudade e dia feliz!

36 comentários
Estou devendo vídeos mais giros (ou legais, em bom português do Brasil, ora, pois!).
Bitocas lusitanas!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Chat e fotinho

35 comentários

O chat do UOL está confirmado: dia 17 de abril, às 15h. Espero ver vocês lá! 
É só ir no site www.uol.com.br, clicar no link Bate-Papo, que fica à esquerda, no alto da tela e me encher de perguntas. Oba! 

Agora, em primeira mão: meu filhote em Portugal, em destaque nas livrarias! Tô mais feliz que pinto no lixo! Essa foto eu fiz na Fnac, a primeira livraria que eu entrei e dei de cara com essa belezura. Assim que puder boto mais fotos, vídeos e novis portugas por aqui, tá? 

Bitocas lusitanas!


sábado, 4 de abril de 2009

Portugal, aí vou eu!

30 comentários
Estou indo pra Portugal amanhã, pra lançar e divulgar o Que Cena, Mãe! na terrinha -- o lançamento será dia 22 de abril, às 18h30, na FNAC do shopping Colombo. Vai ser uma maratona: entrevistas, visitas a escolas, palestras, noite de autógrafos... Oba! Não vejo a hora de fazer por lá o que eu faço aqui há anos. Adoro gente, adoro conquistar leitores, adoro promover meu trabalho, que faço com tanto amor.

Notícia boa: o UOL me convidou para um chat, que deve rolar dia 17 de abril (cai numa sexta-feira). Assim que acertarmos a hora eu venho aqui avisar, para vocês participarem (é uma hora de bate-papo, povo! Coisa à beça!). Vai ser bom pra gente matar a saudade.  

Torçam pra dar tudo certo na terra de Camões! Vou botar aqui notícias, fotos e vídeos sempre que puder, tá?

Bitoca estaladaaaaaaa, ora pois!

domingo, 22 de março de 2009

Dias felizes

48 comentários
Ando feliz da vida nos últimos dias. Estou amaaaando escrever "Fala sério, pai!" e acho que vocês vão gostar dele também. Narrar um homem (o Armando, pai da Malu) na primeira pessoa está sendo um desafio e tanto. Ele era um mero coadjuvante nos outros livros e agora, promovido a protagonista, acho que está dando conta do recado. É gaiato, bem menos surtado que a Angela Cristina, tranquilão, engraçado e, claro, faz a Malu pagar muitos micos também.  Em agosto, mês dos pais, meu livrinho chega às livrarias.  E espero que, como o Fala sério, mãe!, ele caia no gosto de filhos e pais. 

Feliz também pelo reencontro com meus leitores. Ontem fui autografar na Nobel do Shopping Iguatemi, em Vila Isabel, e foi lindo demais. Conheci muita gente fofa, ganhei abraços apertados e sorrisos (daqueles em que o rosto inteiro sorri) que valem mais que mil palavras. As fotos já, já entram no site. Bom ver que Chacha e companhia não enjoam de mim (muito menos suas mães, que continuam, guerreiras, levando as filhotas aos meus eventos), incrível ganhar mais um poema da Helena, leitora linda e sempre inspirada que escreve que é uma beleza, cada vez melhor,  e contar com a Lá, vice-presidente do meu fã-clube, meu anjo da guarda, sempre por perto. Muito bom ver aquela baixinha fotografando cada segundo, cada gesto... É tanto carinho que vocês me dão, como diria o Rei, são tantas emoções... 

E ainda tive a companhia do Alan, vulgo Tom Cruise, que me conhece há 10 anos, quando tudo começou. Ele ria e me incentivava quando eu botava uma peruca vermelha para chamar a atenção das pessoas nas feiras de livro, ele via que ninguém me via e que eu não esmorecia, percebia que só se aproximavam de mim para perguntar preço de livros... enfim, acompanhou toda a minha batalha para realizar meu sonho de viver de literatura e hoje assiste a tudo de perto, num cargo que ele supermerece, cuidando da distribuição e das vendas dos meus "filhotes" na Rocco. E sinto que ele tem o maior orgulho, porque faz parte da minha história. Antes, meus eventos tinham pouco mais de três pessoas. Agora, fico três horas autografando. Bom demais. 

Emoção. Foi o que senti com a cartinha que recebi da Yasmine (detalhe, ela termina com um beijo sensacional, beeem mais criativo que os meus: Beijo Bem Babado na Bochecha com Batom de Batata. Não é tudo?), uma fã de Ubá que escreveu tanta coisa especial, num papel que ela mesma coloriu, que me levou às lágrimas. Ando muito emotiva nos últimos tempos. Mas não é pra estar? 

Por fim, queria agradecer à professora de Língua Portuguesa, Thaise, que comentou no post anterior e me deixou extremamente feliz com cada palavra que escreveu. Uma amostra: "Você virou presente de aniversário entre as meninas da sala. Cada uma delas que completa anos ganha 'você'. E só por isso, você já está entre as minhas pessoas preferidas: parece-me aliada e companheira, no mesmo ideal. Ler É maravilhoso e pena que alguns ainda não se atrevam a isso. Obrigada por dar esse exemplo lindo às minhas meninas. Até semana que vem, quando vou, junto com as meninas, ler 'você'".

Preciso dizer mais alguma coisa? 

Bitocas estaladasssssss e felizes pra caramba