sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Nwe York, New York

41 comentários
Sabe quando você só bota na mala roupinhas de calor, camisetinhas, vestidinhos, saias? Sabe quando você está pronto para fazer piquenique no parque, andar de rasteirinha, olhar para o céu e dizer "bom-dia, sol"? Pois é, Nova Iorque tá o oposto disso. Sai New York, New York, entra Singing in the Rain. Um frio palhaço, uma chuva fina e chata o dia inteiro e um céu cinza-bocó. Delícia! E a esperta aqui só olhou o site de previsão do tempo... aqui!!! E viu, aqui!!!, que a chuva só acaba no dia em que eu vou embora. Não é tudo?

O bom é que NY é demais com ou sem chuva, com tempo frio ou quente. Amo essa cidade. Morei aqui um tempo em 2000 e costumo dizer que vim aqui para crescer. NYC é meu caminho de Santiago de Compostela. Por isso, tenho um carinho enorme por cada esquina e cada taxista com sotaque maluco da cidade que dorme, sim, senhor.

Vou aproveitar para ver filminhos como "Vicky Cristina Barcelona", do sempre maravilhoso Woody Allen, e Burn After Reading, do sempre lindo-tesão-bonito-gostosão-e-talentosão George Clooney. Agora vou comer bagel, um pão redondo típico daqui, num lugar pertinho do hotel. Adoro bagel. Depois eu volto pro Brasil e pra dieta, né?

A foto boba é do banheiro do hotel. Muito coisa fofa essa parede cheia de desenhos de passarinhos. Cheguei ontem, vou tirar muito mais fotos. E ainda tenho que contar dos brinquedos radicais que fui em Las Vegas! Amei! Amo frio na barriga!

Bitocas estaladasss e geladaaasssssss

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Tô me guardando pra quando o Carnaval chegar

30 comentários

Pausa rápida no diário de viagem para uma foto bacana. No avião, de Las Vegas para Miami, fiquei fuçando o computador e dei de cara com um registro que me remeteu ao dia, à energia boa, às marchinhas, ao suor momesco, ao sorriso cansado-porém-escancarado, à alegria infinita que toma conta de mim no Carnaval. Enquanto não boto mais novis das férias por aqui, taí uma lembrança linda dos meus dias de folia deste ano. Uma foto em que estou ao lado da Rebecca, do Quitos e do Rodrigo, o único sem fantasia.
Ano que vem vou pra avenida, saio na minha escola do coração, Portela-eu-nunca-vi-coisa- mais-bela. Conto novidades assim que souber detalhinhos. Viva o Zé Pereira! Viva o Zé Pereira! Viva o Zé Pereira, viva o Carnaval! Este post tem a ver com Las Vegas, viu? Aquele lugar é um carnaval visual, coisa de louco!
bitocas estaladassss e saudadeeeee

domingo, 21 de setembro de 2008

Paris? Não! Vegas!

29 comentários
video

Vídeos fofitos

16 comentários

video
No Grand Canyon, deixando o meu maridaçoaço preocupado. Repara só na entonação do "Amor!" no finzinho do vídeo. O outro é um vídeo em que o Cal, pra variar, fica tirando onda com a minha cara, bem no meio do deserto. Por isso que eu amo esse homem! :o)
A foto na pedra, na beira do precipício, eu não podia deixar de postar. Sereia pensativa, haha!

Diário de férias 1

5 comentários

Eu e Cal no Grand Canyon. Fiz uns vídeos, tô tirando muuuuitas fotos e vou botar tudo aqui depois. Esta com a gente eu não resisti e quis botar logo, porque ficou a coisa mais linda do mundo, né não? Las Vegas é tudo e o passeio de helicóptero até o Grand Canyon é de tirar o fôlego de tão bonito.
Mais tarde volto aqui.
Bitocas estaladassssss

domingo, 14 de setembro de 2008

Fériassss!!!

22 comentários
Parto amanhã para merecidas férias de 20 dias nos Estados Unidos. New York, Las Vegas e Miami. Prometo tirar muitas fotinhos e botar aqui na volta. Nesse tempo, vou tentar dar um pulo aqui de quando em vez, mas quero ver se consigo ficar o mais longe possível de um computador (será que eu vou conseguir?). A Juca, que trabalha comigo, também entra de férias, então, pedidos para visitas a escolas, palestras, eventos e tudo o mais, só em outubro. Aliás, outubro é o mês da minha turnê pelo Brasil, passando por São Paulo, Campinas, Porto Alegre e Curitiba (a agenda com datas e horários está no meu site), tuuuudo de bom!

Hoje acabou a maratona que fiz nas Saraivas do Rio. Foi simplesmente demais. Conheci meninas lindas, megafofas, que me deram abraços tão apertados, sorrisos tão escancarados e beijos tão esmagados que me deixaram emocionada, encantada, feliz da vida, boba por ver tanta gente que ri e chora com meus livros, que me considera uma grande amiga e que viaja de verdade com as minhas histórias. E ainda tem as mães e os pais que me agradecem por fazer suas filhas lerem, os professores empolgados com o meu trabalho... Obrigada de coração a todo mundo que foi me dar beijo, que levou cartaz, chocolate, incenso, colar, cartinhas, bichinhos de pelúcia, medalhinhas... Obrigada especial à galera que foi ao Norte Shopping e ficou três horas numa fila que fazia curva. Meu Deus! Amo muito tudo isso!

Volto dia 9 e já no dia 12 de outbro vou fazer uma bagunça. Tenho evento na Livraria da Travessa do BarraShopping, às 16h. Como é Dia das Crianças, vai ser um evento diferente. Além de fotos e autógrafos, estarei lá para responder as perguntas dos leitores. Bacana, né? Apareçam!!!

Já estou morrendo de saudade!

Bitocas estaladassssss

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Um rápido desabafo

26 comentários
É frescura minha ou é muito bacana quando alguém entra no elevador e te dá bom-dia? Acho que é o tipo da coisa que não custa nada fazer. É ou não é? Dar e receber bom-dia, boa-tarde e boa-noite é bom e eu gosto. Pessoas do mesmo prédio, então, meu Deus! É demais abrir a boca para fazer um cumprimento cordial? Um pouquinho de civilidade, educação e gentileza não faz mal a ninguém. O ato de cumprimentar vizinhos e, claro, ascensoristas de elevadores públicos, para mim, é primo do ato de ceder lugar à galera de cabecinha branca nos transportes públicos. Não é porque é bonitinho, fofo, ou porque ensinam a gente a fazer isso quando a gente é criança. É porque é o certo.

Podia ficar linhas e linhas falando da minha indignação com a cada vez maior falta de educação do carioca, mas por enquanto é só. Fica aqui meu desabafo.

E, lembrando o profeta: gentileza gera gentileza.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Coisas maluquinhas

14 comentários
Hoje dei uma entrevista para um jornal de Porto Alegre e me pediram para dizer "um gosto exótico". Hum... Pensa daqui, pensa dali... ah, claro! Comer batata frita com sundae de chocolate do Mc Donald's. Podem me chamar de louca, dizer "ai, que nojo"e afins. Tô nem aí. Acabei de voltar do Mc e me deliciei molhando aquelass perfeitas batatinhas no perfeito sundae de chocolate.

Mas também gosto de outras coisas maluquinhas: de comer banana amassada com Nescau, de ficar de cabeça pra baixo na praia (fazendo a postura da cabeça), de usar meias coloridas e meio cafoninhas, de ir a médico sem precisar, de ler bula de remédio, de cutucar a borda da unha com alicate só por cutucar, de conversar com o espelho antes de algum evento importante, de fazer chapinha quando quero brincar de Malu Mader (tem coisa mais agressiva que passar o cabelo a ferro? Pra mim, chapinha é isso), de lembrar coisas que aprendi pirralha na escola e que decorei fazendo musiquinhas bizarras (a membrana celular, também chamada plasmática, protege, envolve e seleciona tudo o que deve entrar ou sair da célula), de dançar pela casa com o i-Pod no ouvido, de mexer a orelha enquanto escrevo no computador (é, eu faço isso, praticamente uma artista de circo), de gostar de músicas do Wando e do Elymar Santos, de ler sites de fofocas de vez em quando, de fuçar o orkut dos outros, de me apaixonar por bolsas e óculos quase toda semana...

Acho que tem mais coisas na minha lista de coisas maluquinhas ou, como prefere a repórter que me entrevistou, gostos exóticos. Adorei parar pra pensar nisso. Como cantou Caetano: "de perto ninguém é normal".

E vocês? Quais são suas coisas maluquinhas?

Bitocas estaladassssss