sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Asfalto novo!!!

35 comentários
Gente, notícias óóótimas: estão asfaltando a Barra toda, inclusive a avenida Canal de Marapendi, onde eu moro, que parecia uma pista de rally! Ai, que feliz que eu tô! O Oliveira (meu carro),então, está rindo de farol a farol. Escrevi um artigo para O Globo sobre o assunto uns três meses atrás, sobre como as autoridades ignoram o asfalto nosso de cada dia, sobre como a qualidade do asfalto é péssima... enfim, coisas do tipo. E agora, para minha felicidade, as ruas do Rio estão deixando de ser queijos suíços. Não sei por quanto tempo vão ficar lisinhas, normalmente a alegria dura pouco, mas só de ter minhas preces ouvidas (minhas e de 10 entre 10 cariocas) eu já fico radiante.

Mudando de unha pra cutícula: o problema na minha garganta é nas cordas vocais, povo. Não é nas amígdaladas; é um pouco mais sério que isso. Mas estou tomando remédio e já entrei na fono para ver se ameniza o problema a ponto de eu me livrar da cirurgia. Torçam. Aliás, vocês comentaram muito sobre sorvete. Eu já operei a garganta, mas não quis saber de sorvete. Confesso uma esquisitice: não sou fã de coisas muito geladas, nunca fui.

O punho. Caí, fraturei, a fratura é mínima, quase não tá doendo. Tô só com a munhequeira para imobilizá-lo e vou ficar com ela por um mês, mais ou menos. Chato, mas nada que tire meu sorriso. A garganta é que botou em cima da minha cabeça uma nuvenzinha (para vocês terem uma idéia, tive de cancelar quatro visitas a escolas, o que me deixou arrasada, já que ODEIO cancelar compromissos, só faço isso em último caso), por isso, torçam, rezem, mandem energias boas pras minahs cordas vocais, eu preciso muito delas. E, olha, galera: obrigada pelo carinho enorme, pela preocupação, pelos comentários fofos... Vocês são demais!

A surpresa não posso contar ainda, mas posso adiantar que em janeiro todo mundo vai saber o que é. Assim que puder eu divulgo aqui, tá?

Beijooooooooo

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Pulso, garganta, dinheiro

20 comentários
Tá tudo sob controle, mas meu pulso esquerdo abriu depois de um tombo meio mico na sexta-feira (sorte que quase ninguém viu), na festa de despedida de solteira da minha amigaça Ednica (foi demais, depois boto umas fotitos aqui. Um bando de mulher junta falando bobagem, não tinha como não ser bom, né?). Não bastasse a dor na munheca, a minha garganta arranjou de pifar. Torçam por mim, porque minhas cordas vocais estão bem machucadinhas (por que será? Falo tããão pouquinho!), talvez eu tenha até que operar, o que me deixou bem borocoxô ontem quando saí do médico. Por causa dela tive que adiar alguns eventos em que teria que palestrar (as tardes de autógrafo em Niterói e Leblon estão mantidas, mais detalhes no meu site) e procurar uma fonoaudióloga. Garganta é tudo, gente, não posso ficar sem ela.

No mais, vi hoje no Megazine uma nota sobre uma exposição que fiquei muito a fim de visitar. Ela se chama Galeria de Valores e traz duas mil cédulas e moedas para contar a história do dindim. Tem dinheiro da França na Idade Média, do Império Bizantino e muito mais. A mostra (que é sobre grana, mas, oba!, é de graça!) está no Centro Cultural Banco do Brasil (só o lugar já vale a visita. É lindo demais), que fica na Primeiro de Março, 66, no Centro do Rio).

Bitocas estaladasssss

sábado, 15 de novembro de 2008

Festaaaaaa!!!

47 comentários





Ontem rolou a festa aqui em casa. A minha festa, pelos meus 34 aninhos (com corpinho de 33, claro! Desculpa, não consigo resistir a essa piadinha sem gracinha, é mais forte que eu). Foi tããão linda! Só gente VIP do meu coração, só a diretoria, amigos do peito sem os quais a vida seria bem mais ou menos. Nota dez para a animação da galera, que dançou minha trilha sonora (bem eclética, vale dizer, já que reunia Mallu Magalhães, Roberta Sá, Los Hermanos, Marisa Monte, Erasmo Carlos, Zezé di Camargo & Luciano, Chico Buarque, meu amado, Maysa, Sidney Magal, Mamonas Assassinas, Ney Matogrosso e, obviamente, vááários sambas num mesmo caldeirão). Nota mil para o rango e a decoração da Gica, que embarcou na minha viagem (quis uma festa com tema adolescente) e tratou de providenciar coisas rosinhas, coraçõezinhos, copos que piscavam, drinques coloridos, e flores adolescentes, e amendoins, e biscoito Globo (mania carioca que começou na praia e hoje ganhou os supermercados. Nada mais é do que o melhor biscoito de polvilho da face da Terra).
Nota mil também para o bolo que ganhei da Ana, minha editora, o melhor bolo que já ganhei na vida: a foto taí, pra ninguém achar que eu estou exagerando. Além da capa do Fala sério, Amiga! e das miniaturas dos outros livros, tinha euzinha autografando. Coisa mais linda de vida! Que presente especial! E o negócio ainda era de brigadeiro, fala sério, Ana! Dos deuses.
Amo fazer aniversário, amo festas, amo reunir os amigos.
Bom demais também ter toda a família aqui, já que a Xexa, que mora em Buenos Aires, está no Rio para comemorar o níver da Giulia, filhota dela. Oba! Mais festa! Minhas cunhadas são lindas e fofas! Amigas de verdade! Amo as três!
E o Cal... Bom, o Cal é aquela coisa: amor da minha vida, daqui até a eternidade. Até me dando bronca ele é fofo (ele me deu váárias broncas porque eu não consegui cortar o bolo e direito. Ah, gente! É difícil cortar bolo, pô!).

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Minas é demais!!!

39 comentários

Cheguei ontem à noite e já estou com saudade de Minas... Ouro Preto é uma cidade de boneca, lindo demais, sô! Em BH eu quase não fiquei, mas comi na Dona Lucinha uma comida mineira que nóóó! Coisa boa demais! Em Ouro Preto, viva Bené da Flauta, o melhor restaurante de todos os tempos, visual lindíssimo, comida espetacular...
Um beijo especial para as Thalitetes de Ouro, meu fã-clube de Ouro Preto, pra Yasmine, minha coisa fofa de Ubá, que convenceu os pais a deixá-la ir para Belzonte me ver, pra Gabi, freqüentadora assídua deste bloguito que parece uma boneca e é minha maior propaganda em Ubá, e para a Jordana (também de Ubá), cuja mãe é amiga da Sonia, com quem já passei vários Natais inesquecíveis, regados a bacalhau. Preciso ir para Ubá, gente! Tenho muitas leitoras fofas lá! Inclusive a Maria Fernanda, sobrinha da Taís, que eu conheci em Londres dois anos atrás, olha que máximo!
O fofo na foto comigo é o Leo Cunha, autor premiado e excelente contador de "causos" que me fez rir a tarde inteira. O Leo participou do Forum das Letrinhas comigo, figuraça que eu adorei conhecer!
O vídeo é desta escriba que vos fala sendo "atacada" nas ladeiras de Ouro Preto. Quase rolei ladeira abaixo com tanta euforia, mas foi muito bom ganhar tanto abraço, beijo, cartinhas, cartazes, presentes... Vocês são demais!
Bitoca estalada pra todo mundo da organização do evento, que me deixou em casa e com uma vontade enorrrme de voltar no próximo ano.

AH! Hoje é meu níver! 34 aninhos com corpitcho de 33! Estou lendo todos os recados e amando. Abigas, li a matéria, ficou ótima, mesmo sem o nosso "b".
Alddy, li e amei sua cartinha, amor!
Quero muito ir para Manaus, talvez ano que vem!
Salvador também deve rolar no ano que vem!
E a surpresa ainda não posso contar, mas já já eu conto!


terça-feira, 4 de novembro de 2008

Ó, MInas Gerais...

62 comentários
Quem te conhece não esquece jamais! Óóóó, Minas Gerais! Mineirins, tô chegando! Amanhã vôo para Ouro Preto, cidade histórica que eu estou LOUCA para conhecer e me encantar. Todo mundo só fala maravilhas desse lugar para mim. Aliás, dicas de restaurantes são bem-vindas. Adooooro comer. Dia 6 de novembro, às 14h30, participo do Fórum das Letrinhas, no Teatro Municipal da cidade, e fico até o dia 8 por lá, turistando, andando sem rumo e comendo comidinha mineira. Ô, vida dura! :o)

No domingo, estarei no BH Shopping, na Leitura Mega Store, autografando e papeando e fotografando a partir das 14h. Ai, que delícia! AMO sotaque mineiro! Não vejo a hora de voltar falando "uai, sô"!

Falando em mineirinhos, veio aqui em casa uma galera jovem da TV Horizonte (de BH) fazer uma matéria comigo sobre o Rio. Marcelinho, o apresentador, é uma figura e a equipe uma fofurinha. Mas fofa mesmo é a Céci, leitora que faz parte da equipe e que eu conheci quando ela tinha 15 anos. Ou seja... Um bebê! É! Um bebê, sim, senhora! Hoje ela é uma menina linda (é, menina, sim, senhora!), de 20 anos, super compenetrada no trabalho na televisão. Foi muito bom ver a Céci depois de tanto tempo. Aliás, é muuuito bacana ver meus leitores crescendo. A parte ruim dessa história é que vocês crescem e eu continuo aqui, no andar de baixo. Por isso, força no salto alto, Thalita! :o)

Yasmine, minha flor, não fica triste, tenho certeza de que a gente vai se ver muitas vezes ainda! E, se Deus quiser, em Ubá, sua terra!

Já, já terei uma notícia muito-muito-muito boa para dividir com vocês. Falta pouco pra tudo se acertar e eu vir aqui no meu bloguito divulgar e comemorar com as pessoas que fazem minha vida mais colorida: vocês. Mas, ó, nem adianta insistir que não conto ainda. Vou fazer suspense... :o) Só posso dizer que estou muito feliz. E acho que vocês vão ficar também.

Bitcas estaladasssssss